A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

23/06/2016 11:48

Nome sujo deixou Capital sem verba para receber Tocha Olímpica

Fernanda Mathias e Alberto Dias
Tocha vai percorrer 40 quilômetros em Campo Grande, um dos maiores trajetos do País (Foto: Marcos Ermínio)Tocha vai percorrer 40 quilômetros em Campo Grande, um dos maiores trajetos do País (Foto: Marcos Ermínio)

Dentre as várias restrições sofridas pela Prefeitura de Campo Grande por constar no Cadin (Cadastro Informativo de créditos não quitados do setor público federal), a cidade não pôde receber R$ 100 mil como recurso de apoio para a passagem da Tocha Olímpica, que desembarca nesta sexta-feira, 24, às 13h15, na Base Aérea de Campo Grande.

A informação foi dada na manhã desta quinta-feira (23) pelo presidente da Fundação de Cultura de Campo Grande, Emerson Borges. A Prefeitura saiu do Cadin em abril deste ano, por decisão do TRF (Tribunal Regional Federal) 3ª Região, em São Paulo. Porém, à época da designação do recurso ainda constava no cadastro.

A dívida de R$ 12,5 milhões com a União, por falta de pagamento do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) entre os anos de 2002 e 2006, nas gestões de André Puccinelli e Nelson Trad Filho, atualizada, já passa de R$ 36 milhões.

Coletiva para divulgar esquema de condução da Tocha Olímpica foi esta manhã, na Esplanada Ferroviária (Foto:Divulgação/PMSG)Coletiva para divulgar esquema de condução da Tocha Olímpica foi esta manhã, na Esplanada Ferroviária (Foto:Divulgação/PMSG)

Gasto mínimo – O recurso de apoio que Campo Grande não irá receber é de R$ 100 mil. A Prefeitura não informou quanto terá que desembolsar para a logística que dará suporte ao percurso de 40 quilômetros na capital, no próximo sábado (25).

Segundo informações da assessoria de imprensa da Prefeitura, o esquema foi organizado de forma a ter “gasto mínimo”, somente com a remuneração de algumas bandas que participarão de eventos em alguns pontos, já que outras aceitaram se apresentar sem cobrar pela notoriedade do evento.

A Prefeitura esclareceu que não vai custear a estada de membros do Comitê Rio 2016. Acompanhará a tocha comboio de 20 veículos entre batedores e ônibus, que vão recolher os condutores.

Noleto informou que a Guarda Municipal destacou 40 homens em 30 pontos da região central e 110 no Parque das Nações Indígenas. Haverá policiais militares em número igual. A segurança é integrada PRF, PF, PM, Guarda Municipal e Batalhão de Trânsito.

Haverá eventos com apresentação musical nas praças Ary Coelho, Tocha e Parque das Nações, organizados pela Prefeitura em conjunto com Comitê Rio 2016 e patrocinadores.

Prefeito detalha como será a passagem da tocha olímpica pela Capital
O prefeito Alcides Bernal (PP) detalhará nesta quinta-feira (21) como estão os preparativos para a chegada da tocha olímpica em Campo Grande. Em cole...
Tocha Olímpica chega dia 24 e será conduzida até por índio em canoa
A Tocha Olímpica chega a Campo Grande no próximo dia 25 de junho e, conforme o Comitê dos Jogos Olímpicos, percorrerá 40 quilômetros pelas principais...


Cidade que não tem prefeito competente, dá nisso.
 
Jose Carlos Lima em 23/06/2016 13:37:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions