A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/06/2016 11:29

Com 40 km, percurso da tocha em Campo Grande é um dos maiores

Fernanda Mathias e Alberto dias
Tocha chega amanhã, vai para Bonito e percurso na Capital será sábado (Foto:Divulgação)Tocha chega amanhã, vai para Bonito e percurso na Capital será sábado (Foto:Divulgação)

O percurso da Tocha Olímpica em Campo Grande será um dos maiores do País, 40 quilômetros, com 150 condutores, conforme informado na manhã desta quinta-feira pelo Comitê Rio 2016 e representantes da Prefeitura, na Esplanada Ferroviária. A tocha chegana noite desta sexta-feira (24) na Base Aérea de Campo Grande. No sábado segue para Bonito e às 13h15 retorna à Capital, quando se inicia o trajeto.

Duas crianças selecionadas pelo MEC (Ministério da Educação) vão receber a tocha que será acendida e depois inicia o percurso, pela Avenida Duque de Caixas. O percurso segue pela Candido Mariano, Alan Kardec, Dom Aquino, contornando Praça das Araras, Afonso Pena, a tocha contorna a Praça Ary Coelho, continua pela 15 de novembro e segue pela Calógeras até a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), onde haverá um pequeno evento de recepção no Teatro Glauce Rocha.

De lá, a tocha segue de carro para o início da segunda parte do percurso, na Spipe Calarge, continua pela Avenida Eduardo Elias Zahran até a rui Barbosa, faz curva para a 14 de julho e segue até a Avenida Mato Grosso, passando pela Pedro Celestino, Maracaju e depois 13 de maio.

Segue pela Barão do Rio Branco até a Bahia, voltando para a Avenida Mato Grosso e na Avenida Ceará, no hipercenter Comper, haverá mais um evento promovido pelos patrocinadores para recepção da tocha. Por fim, entra pela rua lateral do Parque das Nações, onde o índio Vanilson Farias Francisco, 20 anos, da aldeia Tumoné M' Kalamimonó (Futuro da Criança), na zona rural de Campo Grande irá atravessar o lago de canoa e conduzir a tocha até o palco, onde será acesa a pira. A chama ficará acesa por 30 minutos e depois a pira será recolhida para o percurso do interior do Estado. Acadêmico de Medicina Veterinária, Vanilson pratica arte e flecha e já conquistou duas medalhas de bronze nos Jogos dos Povos Indígenas de 2013 em Tocantins e 2014 em Cuiabá. “É uma grande responsabilidade ser o último corredor e acender a pira”.

Cada um dos condutores recebe uma tocha e o anterior acende a do próximo na sua em um ato chamado "momento do beijo"

Dos condutores, 12 serão atletas indicados pela prefeitura, dentre eles a maratonista Rosinha Conceição, que tem uma história de superação. Foi menina de rua e chegou a pesar 82 quilos. “Estou muito orgulhosa, não consegui estar nas Olimpíadas e agradeço a Deus por essa oportunidade. Fiquei muito nervosa quando ligaram do Rio e disseram que tinha sido escolhida. Larguei as panelas no fogo, saí correndo e liguei para todo mundo”. Aos 22 ano, Rosinha participou da corrida de Tiradentes e desmaiou e hoje consegue completar maratonas

Outra condutora é a paratleta Michele Ferreira, 31 anos, bronze na modalidade judô, na paraolimpíadas de Pequim e de Londres. Haverá eventos com apresentação musical nas praças Ary Coelho, Tocha e Parque das Nações, organizados pela Prefeitura em conjunto com Comitê Rio 2016 e patrocinadores.

Confira aqui o percurso da tocha

 

Prefeito detalha como será a passagem da tocha olímpica pela Capital
O prefeito Alcides Bernal (PP) detalhará nesta quinta-feira (21) como estão os preparativos para a chegada da tocha olímpica em Campo Grande. Em cole...
Tocha Olímpica chega dia 24 e será conduzida até por índio em canoa
A Tocha Olímpica chega a Campo Grande no próximo dia 25 de junho e, conforme o Comitê dos Jogos Olímpicos, percorrerá 40 quilômetros pelas principais...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions