A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/07/2015 11:04

Novo chefe da PF em MS desarticulou esquema de R$ 600 milhões

Luana Rodrigues
Ricardo Cubas César, durante entrevista coletiva em Foz do Iguaçu - PR (Foto: CBN Foz do Iguaçu)Ricardo Cubas César, durante entrevista coletiva em Foz do Iguaçu - PR (Foto: CBN Foz do Iguaçu)

A frente da Operação Lama Asfáltica, deflagrada na semana passada em Campo Grande, que investiga esquema de corrupção envolvendo empreiteiras e funcionários públicos, a Polícia Federal terá um novo superintendente em Mato Grosso do Sul. O delegado Ricardo Cubas César, vai assumir o cargo no lugar de Edgar Paulo Marcon, que estava no cargo desde julho de 2011.

Cubas ingressou no Departamento de Policia Federal em 2003, quando tomou posse em Ponta Porã, onde ocupou o cargo de delegado chefe substituto. Em 2006 foi removido a Guarapuava, no Paraná, e, após, em 2008, trabalhou na Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Financeiros, sendo o responsável pela "Operação Parceria", deflagrada em maio de 2010, quando, em conjunto com a Controladoria Geral da União, Ministério Público Federal e Receita Federal, desarticulou esquema fraudulento de desvios de recursos federais que deveriam ser empregados pela OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), em Curitiba, no Paraná.

Em março deste ano, o delegado esteve a frente de uma operação que desarticulou um esquema de lavagem de dinheiro, compra de drogas e mercadorias contrabandeadas, com movimentação financeira superior a R$ 600 milhões, entre 2011 e 2015, no Oeste do Paraná. Durante a ação, foram presas 29 pessoas no Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. E apreendidos R$ 62,3 mil, US$ 400 dólares, três carros e uma arma sem registro.

Posse - O evento irá acontecer no auditório da Delegacia da Receita Federal, no Parque dos Poderes. A solenidade contará com autoridades da segurança pública e do governo estadual.

O Departamento da Polícia Federal tem a disposição 480 servidores entre funcionários administrativos e policias, tendo cinco delegacias regionais, nas cidades de Corumbá, Dourados, Ponta Porã, Naviraí e Três Lagoas. 

A PF realizou no ano de 2014 a apreensão de mais de 83 toneladas de maconha, sendo que neste ano já foram apreendidas mais de seis toneladas. Em 2014 foram cinco toneladas de cocaína apreendidas, e em 2015 já se chegou a quase duas toneladas e meia.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...


Qual seria o motivo dessa troca de comando da PF após a desarticulação do Esquema de Roubo??? Algum pedido Especial??? Pelo jeito tudo vai acabar em PIZZA.
 
Clebe PL em 15/07/2015 12:20:42
Rapaziada nova a frente da justiça, com outro conceito de vida, com sede de justiça... Fico muito feliz de ver esses desgraçados sangue sugas que roubam da gente sendo pegos. Parabém policiais federais, prendam todos os corruptos e seus parentes laranja (tem muitos)
 
Fabiano em 15/07/2015 11:50:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions