ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SÁBADO  13    CAMPO GRANDE 

Capital

Novo consultório móvel com veterinário quer atender 450 animais ao mês

O projeto oferecerá serviços básicos de saúde animal a diversas regiões da Capital

Por Izabela Cavalcanti e Bruna Marques | 20/06/2024 08:57
Pessoas aguardando atendimento para seus pets no consultório móvel (Foto: Marcos Maluf)
Pessoas aguardando atendimento para seus pets no consultório móvel (Foto: Marcos Maluf)

A Prefeitura de Campo Grande inaugurou nesta quinta-feira (20) o Consultório Móvel de Atendimento Médico-Veterinário, com expectativa de atender 450 animais por mês. O ônibus adaptado fica até amanhã (21) no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Vila Gaúcha, no Jardim Tijuca. No sábado (22) estará no Jardim Noroeste.

A partir de julho, a equipe vai permanecer uma semana em cada CRAS da cidade, com dois veterinários atendendo. Na primeira semana do próximo mês, o ônibus estará na região do Bandeira, no CRAS da Vila Popular, e na segunda semana na região do Segredo, no CRAS Vida Nova.

O projeto oferecerá serviços básicos de saúde animal a diversas regiões da Capital e tem como objetivo ajudar os tutores que não têm condições de levar os pets para receber atendimento na unidade central da Subea (Subsecretaria de Bem-Estar Animal).

Estrutura da sala de atendimento dentro do consultório móvel (Foto: Marcos Maluf)
Estrutura da sala de atendimento dentro do consultório móvel (Foto: Marcos Maluf)

De acordo com a secretária da Subea, Ana Luiza Lourenço, a intenção é de atender 450 animais por mês. Se contabilizar até o final do ano, serão atendidos 2,7 mil pets.

“Nós prestamos o atendimento na nossa unidade e percebendo a dificuldade que a população tinha em levar os animais até nós, foi quando nós tivemos a ideia de procurar algo que poderia estar indo de regiões em regiões levando todos os nossos serviços”, explicou.

Serão oferecidos os seguintes serviços: atendimento veterinário; vermifugação; microchipagem; carrapaticida; atendimento preventivo; e avaliação para castração.

“Fica bem mais fácil, fica perto do tutor. É uma facilidade para o tutor vir cuidar do seu pet”, pontuou Ana Luiza.

Facilidade - A funcionária pública aposentada, Maria Aparecida Marchete, de 68 anos, foi levar a cadela Duda, de 2 anos. Ela quer agendar a castração.

Maria Aparecida com a cadela Duda no colo, esperando atendimento no consultório móvel (Foto: Marcos Maluf)
Maria Aparecida com a cadela Duda no colo, esperando atendimento no consultório móvel (Foto: Marcos Maluf)

“Bem melhor, mais acessível para outras pessoas que precisam. A gente não solta para a rua porque tem medo dos cachorros pegarem, e se der cria ninguém quer. Vou aproveitar”, pontuou.

A dona de casa, Patrícia Trindade, de 32 anos, mora próximo ao CRAS Vila Gaúcha. Ela foi levar o cachorro Spike.

“No condomínio onde eu moro mandaram a foto de divulgação. Trouxe ele para conseguir encaminhamento para castrar. Ele Tem 4 anos. Tudo é longe, é uma oportunidade para a gente”, disse contente.

A técnica de Enfermagem, Claudete Aparecida Alves, de 44 anos, levou a gata Suzi, que tem só um mês de vida. Ela foi buscar atendimento, orientação e vacina para o animal.

Sobre a oportunidade do consultório móvel, Claudete diz que gostou da ideia. “Ajuda muito porque não é todo mundo que tem condição de levar o pet na consulta e ter orientação, então, é uma oportunidade, ainda mais perto de casa e de graça”, comemorou.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias