A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/11/2012 17:55

Novos ônibus começam a circular na semana que vem na Capital

Luciana Brazil
Novos ônibus foram apresentados hoje. (Foto: Simão Nogueira)Novos ônibus foram apresentados hoje. (Foto: Simão Nogueira)

Tecnologia e renovação da frota marcaram a assinatura da ordem de serviço que autoriza o Consórcio Guaicurus a prestar serviço no transporte público em Campo Grande nos próximos 20 anos.

O prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) firmou o documento que permite o consórcio, formado por quatro empresas, a iniciar a exploração do transporte na Capital. Além da tecnologia, serão de imediato 25 novos ônibus em circulação já no próximo dia 26 de novembro, sendo 20 deles convencionais e cinco articulados.

No período de um ano, mais 25 coletivos serão somados a frota, totalizando 600 ônibus. Hoje, o número é de 550 veículos. Segundo o diretor da Agência Municipal de Transporte e Trânsito, Rudel Trindade, os 600 carros somam um número adequado para a cidade.

Durante a vigência do contrato, as empresas participantes do consórcio deverão investir, de acordo com o edital, R$350 milhões na melhoria do transporte urbano em Campo Grande. Devem ser incluídas no investimento a renovação da frota, a implantação da tecnologia e a qualificação da mão de obra. Novos terminais de transbordo também fazem parte do projeto.

Equipados com câmeras de segurança e GPS (Sistema de Localização por Satélite), os novos ônibus convencionais percorrerão a cidade em dois tamanhos, 13,20 metros os novos, e 11 metros os que já estão em funcionamento.

Já os articulados terão ar-condicionado, sensor de estacionamento e câmeras nas portas de desembarque. Os articulados são maiores, com 20 metros, dois a mais dos que já estão em circulação pelas ruas.

O responsável pela montagem dos ônibus, Judson Arantes, da empresa Marcopolo, explica que os ônibus articulados também são maiores nas medidas. “Eles têm 2,60 metros de largura, 2,30 de altura e 20 metros de comprimento”

Durante o evento, o prefeito ressaltou que a iniciativa do novo transporte público é fruto de sua administração e destacou que Campo Grande será uma das únicas cidades que vão receber o PAC II, mesmo não sendo sede da Copa de 2014.

“O PAC necessita de uma sequência de ações da próxima administração para que não se perca os recursos já alcançados”, frisou Trad.

Ao todo, R$180 milhões oriundos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) II Mobilidade Urbana serão investidos na melhoria do transporte público.

Também estão previstos 50 km de corredor exclusivo para ônibus, além do novos terminais, Tiradentes e São Francisco, e as ciclovias, muitas já em contrução.

Tecnologia: Imagens reais de dentro do ônibus e também do trânsito serão transmitidas para a Central de Monitoramento da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Os usuários também poderão acompanhar o horário que os coletivos estarão nos pontos, por meio da internet, pelo computador ou celular, como já existe em grandes cidades.

Outra inovação vai beneficiar os deficientes que terão, por meio de um aplicativo no celular, como verificar os horários dos ônibus.



Então... colocaram 25 novos ônibus... mas em compensação serão retirados de circulação quase 100 ônibus da empresa Serrana, disseram q os funcionários da Serrana serão remanejados para outras empresas mais os 100 ônibus não serão utilizados...
Então vamos ficar com 75 ônibus a menos certo??? Como isso vai melhorar o transporte publico q já é horrível e caro???
 
kelly silva em 17/11/2012 07:00:22
Esse consorcio tem mesmo os valores anunciados para cumprir o contrato ou o povo vai ter mais uma vez que pagar por isso,por que a serrana está falida, nem ao menos tem dinheiro para pagar os colaboradores que são o maior capital da empresa, esse consórcio não me parece ser capaz de mudar o transporte urbano de passageiro de campo grande.
 
RICARDO REIS em 15/11/2012 11:22:52
Não entendo como é permitido um prefeito negociar isso para mais 20 anos se ele nem vai estar mais no mandato. É muito estranho. Sem falar que tinha uma empresa de Curitiba querendo oferecer o serviço aqui, mas consideraram que essa empresa daqui era melhor o que ela. Outra dúvida: se com os ônibus atuais, eles já ocupam a largura de dois carros praticamente nas ruas e nem cabem nos "corredores" de ônibus, e agora com esse ônibus articulados mais largos? Será que não pensaram nisso? Francamente.
 
Paulo Miranda em 15/11/2012 10:30:37
Os onibus tem quantidade razoavel, o que esta acontecendo e obibus colado um com o outro,passa dois onibus ao mesmo tempo, deveria ter um intervalo entre um onibus e outro, ja presenciei tres onibus 89 andando quase que juntos, ai que perde fica ate uma hora esperando outro.
 
fernando gody de souza em 15/11/2012 10:09:49
E quais são essas empresas que fazem parte desse consórcio? Cidade Morena, São Francisco, Jaguar e Serrana? São de donos diferentes? Ou é tudo do mesmo dono? Porque se for, o serviço vai continuar do jeito que tá: Caro e sempre superlotado e sem ônibus suficientes. Além do mais, 25 ônibus em novembro para uma frota que já está deficitária, não desafoga nada para o usuário. Só que usa transporte coletivo é que sabe...
 
Ocimar Santiago Ramires em 15/11/2012 09:27:19
A passagem sobe, o Ar condicionado não funciona e a população apertada dentro do coletivo.. Vai tudo continuar da mesma forma que está!
 
Ricardo Moreira em 15/11/2012 09:12:34
Tudo isso é bom, mas a formação psicológica dos motorista mal educados será vista, os mesmos serão reciclados, ou continuarão achando que são os donos da rua Rui Barbosa.??????????????????
 
Eduardo Marques Lucas em 15/11/2012 09:10:24
Tomara q mais pra frente nao aumente o valor da passagem,pois ja aco um absurdo o valor q a papulacao ja .......
....
 
debora vaz em 15/11/2012 08:19:05
Sei não, mas a única mudança vai ser na cor dos ônibus.
 
Valter Oliveira em 14/11/2012 23:14:46
Até que enfim nosso terminal do Tiradentes esta sendo feito depois de oito anos de promessa do SR.Prefeito DR. Nelson Trad Filho, mas esperamos muito mais no nosso transportes coletivos, pois sabemos muito bem que o consórcio vencedor pertence ao Sr. Constantino dono Gol, Varig, Webjep, Andorinha, Exprésso MT, Exprésso Maringá, Stil, Viação Itamarati, e outras, pois nós queriamos que Itapemirin viesse para Campo Grande MS, mas o grupo Andorinha não deixa eles participarem do processo de licitação, vamos lutar sempre por um transportes de qualidade, que nem Curitiba PR, que é um exemplos de transportes no Brasil, pois estive la em 2006, coisa linda os ônibus coletivos do Paraná, um exemplos a ser seguidos por outros estados Brasileiros. EX: Pontos de ônibus de Vidros, terminais de primeiros
 
Lourival Aparecido do Carmo em 14/11/2012 22:47:32
Preço da passagem e qualidade do serviço? Pergunta pro Bernal...
 
João Renato em 14/11/2012 19:57:14
Será que tudo isso vai melhorar o transpote público? Quem pega ônibus sabe do que eu estou falando. Esses ônibus sendo maiores vão prejudicar mais ainda o trânsito que já é pessimo. Deveriam comprar os novos carros se ja estivessem implantado os corredores exclusivos.
 
Juarez Goncalves em 14/11/2012 19:22:25
E o preço da passagem / qualidade do serviço vai melhorar ?
 
Marcos Renan Martins De Oliveira Borges em 14/11/2012 18:46:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions