A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/12/2014 10:38

Obra de Praça da Juventude atrasa e moradores cobram área de lazer

Alan Diógenes
Estrutura de quadra coberta e rampas de skate estão inacabadas. (Foto: Marcelo Calazans)Estrutura de quadra coberta e rampas de skate estão inacabadas. (Foto: Marcelo Calazans)

Após um ano e sete meses do início da obra, a Prefeitura Municipal de Campo Grande ainda não entregou a Praça dos Esportes e da Cultura, localizada na Rua Indianópolis, no Jardim Noroeste. O empreendimento, orçado em R$ 3,5 milhões, deveria atender 53,4 mil moradores da região, que hoje não têm espaço de lazer ou para a prática de esportes.

A estudante Amanda Vidal, 12 anos, contou que os jovens precisam se deslocar até o Bairro Maria Aparecida Pedrossian para utilizar a praça do local. “O pessoal sai daqui e tem que andar longe para usar o campo de futebol, a pista de skate e a academia ao ar livre de outro bairro, sendo que gastaram tanto para fazer essa praça e até agora está tudo inacabado. Isso é um descaso com a juventude”, comentou.

Outro morador do bairro, o estudante Júlio Alvez Sampaio, 14, falou que sem terem um local para se divertir os jovens ficam nas ruas expostos a criminalidade, considerada alta na região. “Não tem lugar para tomar nem tereré. Temos que ficar em frente de casa correndo perigo de ser assaltado. A única diversão é ir na feira, mas lá e cheio de bandidos e minha mãe nunca me deixa ir. Se a praça fosse inaugura iria haver guardas municipais para nos dar segurança”, destacou.

Robs Silva Soares, 24, que mora em frente à praça, acredita que o dinheiro destinado à obra pode ter sido desviado. “Alguém deve ter embolsado o dinheiro, por isso a praça não está pronta. Eles simplesmente abondaram a construção. Quando meus netos tiveram nascido, talvez eu consiga ver a praça pronta”, mencionou.

 

Amanda disse que jovens procuram praças de outros bairros em busca de lazer. (Foto: Marcelo Calazans)Amanda disse que jovens procuram praças de outros bairros em busca de lazer. (Foto: Marcelo Calazans)
Lucineia falou que dinheiro usado em praça deveria ser destinado à saúde e educação que são precárias na região. (Foto: Marcelo Calazans)Lucineia falou que dinheiro usado em praça deveria ser destinado à saúde e educação que são precárias na região. (Foto: Marcelo Calazans)

A estudante Elisângela Cristina de Souza, 17, disse que a praça iria trazer mais desenvolvimento para a região. “O bairro que tem fama de ser perigoso iria ser visto com outros olhos. Pessoas de outros bairros iriam pra cá usar a praça e isso ajudar o comércio da região”, explicou.

Já a cabeleireira Lucineia Lemos, 33, afirmou que o dinheiro investido na praça poderia ter sido destinado a outras melhorias que o bairro precisa. “Eles deveriam investir em saúde, educação, colocar asfalto e iluminação, que são coisas que o bairro mais precisa. Por exemplo, um Ceinf (Centro de Educação Infantil) que eles estavam construindo até agora não foi entregue. A prefeitura só investe em melhorias na área central”, finalizou.

A obra foi iniciada no dia 10 de agosto de 2012 pela Prefeitura Municipal em parceria com o Ministério da Cultura e Caixa Econômica Federal. Mas, deveria terminar no dia 08 de maio de 2013.

O Campo Grande News entrou em contato com a Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) na noite da quarta-feira (10), para saber quando a obra será entregue, mas não teve retorno até a publicação desta matéria.

Obra abandonada ocupa um quarteirão inteiro e está fechada com tapumes. (Foto: Marcelo Calazans)Obra abandonada ocupa um quarteirão inteiro e está fechada com tapumes. (Foto: Marcelo Calazans)


O mesmo acontece no meu bairro, na rua Rio Brilhante esq. com Rua Serra Azul,obra da praça da juventude abandonada desde 2011. Gostaria de saber onde foi parar a verba federal destinada para o projeto.
No meu bairro ao invés da praça ganhamos um belo problema por conta do lixo e do mato que tomou conta do local e gera vários focos de dengue na época das chuvas, as obras inacabadas viraram local de usuários de drogas e de noite representam um perigo pros moradores.
 
Fernanda Götz em 15/12/2014 07:50:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions