A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

23/11/2015 19:40

Pais denunciam falta de atendimento médico no Centro Municipal Pediátrico

Alan Diógenes
Equipe da Guarda também foi acionada para evitar confusão. (Foto: Gerson Walber)Equipe da Guarda também foi acionada para evitar confusão. (Foto: Gerson Walber)

Pais e funcionários do Cemp (Centro Municipal Pediátrico), localizado na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande, “travaram um embate”, na tarde desta segunda-feira (23). De um lado estavam os pais afirmando que médicos não queriam atender, e do outro os servidores que disseram não terem culpa da grande demanda de pacientes.

Conforme a artesã Jucélia Ferraz, 41 anos, que levou o filho de 3 anos com febre alta ao centro de saúde, nesta tarde apenas dois médicos estavam de plantão, mas nenhuma criança foi atendida desde 12h. “Os enfermeiros da triagem estavam trabalhando, assistentes sociais estavam trabalhando, guardas estavam trabalhando, menos os médicos”, explicou.

Cansados de aguardar o atendimento médico, um grupo de pais foi falar com os funcionários. Segundo ela, eles não deram informações sobre a falta de atendimento.

Foi quando, de acordo com Jucélia, um guarda municipal apareceu e começou a ofender os pais: “São burros, ao invés de reivindicar aos vereadores vem aqui ficar enchendo a paciência”, disse ele à uma mãe.

No meio do impasse, a Polícia Militar foi acionada. A equipe chegou e conversou com os pais para saber o que estava acontecendo. “Só depois disso que os médicos começaram a atender”, comentou Jucélia.

A equipe de reportagem constatou que cerca de 50 crianças aguardavam atendimento no centro de saúde durante a tarde e os médicos faziam o atendimento. A administração foi procurada para dar mais esclarecimentos sobre o fato narrado, mas não foi encontrada. Já o guarda municipal que estava no local disse que não poderia passar nenhuma informação sobre o ocorrido.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions