ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Para 73% dos leitores, musicista Mayara foi vítima de latrocínio

Por Priscilla Peres | 07/08/2017 07:31

Em enquete da semana passada, 73% dos leitores do Campo Grande News responderam que acreditam que a musicista Mayara Amaral, 27 anos, foi vítima de crime de latrocínio, ocultação de cadáver e estupro.

Apenas 27% dos leitores que responderam a enquete acreditam que a jovem foi vítima de estupro e feminicídio. Mayara foi morta no dia 24 de julho em um motel, após ser agredida a marteladas. Seu corpo foi queimado e jogado na região do inferninho.

Luis Alberto Bastos Barbosa, 29 anos, está preso e é suspeito de ser o mentor do crime, junto com dois comparsas. A polícia defende o crime de Latrocínio e de que ela foi morta para que eles roubassem o carro, um Gol branco modelo 1992.

Nesta semana o Campo Grande News quer saber qual a sua opinião sobre a proposta do presidente Michel Temer de implantar o parlamentarismo no Brasil.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário