A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Março de 2019

15/03/2019 08:04

Para escavar margem da Ernesto Geisel, Prefeitura transfere palmeiras

Árvores começaram a ser retiradas no ano passado. Agora, as palmeiras da margem esquerda da Ernesto Geisel vão enfileirar-se na Avenida Cândido Garcia de Lima

Izabela Sanchez
Árvores da margem esquerda serão levadas para o bairro Nova Lima (Foto: Paulo Francis)Árvores da margem esquerda serão levadas para o bairro Nova Lima (Foto: Paulo Francis)

Há quase um ano quem passa pela Avenida Ernesto Geisel - na altura de bairros como o Taquarussu - se depara com máquinas no fundo do leito do Rio Anhanduí. Agora, outra cena pode ser observada: as palmeiras da margem esquerda começam a ser retiradas, algumas já depositadas, com raiz e tudo, sobre a calçada.

As obras de revitalização e contenção de enchentes do rio Anhanduí esbarraram nas árvores que há anos cresciam na Avenida. As margens onde elas foram plantadas precisam ser escavadas e se as árvores não forem removidas, caem no rio.

É o que explicou o secretário de obras da Prefeitura de Campo Grande, Rudi Fioresi. “Já retiramos do outro lado e agora estamos retirando para executar a obra, onde elas estão vai ser escavado, se não retirasse elas iriam cair”, comentou.

As palmeiras, no entanto, vão ganhar nova “casa”. As da margem esquerda serão replantadas na Avenida Cândido Garcia de Lima, no bairro Nova Lima. “É uma região que estamos pavimentando”, explicou o secretário.

Palmeiras na Avenida Ernesto Geisel na altura do Shopping Norte Sul (Foto: Paulo Francis)Palmeiras na Avenida Ernesto Geisel na altura do Shopping Norte Sul (Foto: Paulo Francis)
Palmeiras são retiradas com raiz e tudo (Foto: Paulo Francis)Palmeiras são retiradas com raiz e tudo (Foto: Paulo Francis)

A retirada das palmeiras começou no ano passado. As da margem direita foram levadas para a Avenida Doutor Fadel Yunes, recém inaugurada. No total, existiram cerca de 60 palmeiras na Avenida Ernesto Geisel.

Obras – Anúncio de, ao menos cinco anos atrás, a obras de revitalização do Rio
Anhanduí começaram em abril de 2018. Orçada em quase R$ 49 milhões, fazem parte de um conjunto de ações para os bairros Marcos Roberto, Jockey Clube, Jardim Paulista e Vila Progresso.

Estão previstas intervenções para recompor as margens do rio, com trechos em gabião e outras de placas de concreto; urbanização; abertura de uma ciclovia paralela ao canal; bocas de lobo das ruas para captar a enxurrada que desce das ruas laterais e recapeamento das duas pistas da Avenida Ernesto Geisel, em uma extensão de 4,8 quilômetros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions