ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 

Capital

Para garantir vacina, Luciara encara frio e fila de drive em bicicleta elétrica

Empregada doméstica, de 46 anos, foi para o Parque Ayrton Senna tomar dose de imunizante contra covid

Por Gabriel Neris e Alana Portela | 20/06/2021 09:12
Luciara sobre bicicleta elétrica na fila do drive-thru (Foto: Marcos Maluf)
Luciara sobre bicicleta elétrica na fila do drive-thru (Foto: Marcos Maluf)

A vacinação contra a covid para pessoas a partir de 46 anos teve início na manhã deste domingo (20) e levou muita gente para o Parque Ayrton Senna, na Capital.

A empregada doméstica Luciara de Oliveira, de 46 anos não perdeu tempo e pegou a bicicleta elétrica para entrar na fila do drive-thru. Nem mesmo o frio desta manhã impediu a moradora do Tijuca de garantir a primeira dose do imunizante.

“Além de ser doméstica também cuido de criança e preciso pegar ônibus para ir ao trabalho. É um risco. Ano passado tive sintomas, perdi olfato e fiquei desesperada. Fiz teste e deu negativo, foi um alívio”, conta a mulher, que estava na fila duas horas antes do início da vacinação.

Ela conta que esperava muito por este momento. “É uma esperança, até porque sou mãe, pai, avô e avó dentro de casa. Volto para casa mais feliz, aliviada, e se pudesse tomar a segunda dose hoje mesmo”, brinca.

Foram destinadas 1,5 mil doses para o posto de vacinação montado no parque. Oitenta e nove pessoas receberam a dose do imunizante nos primeiros 30 minutos.

Carlos Santos da Silva, de 46 anos, é motorista particular. Ele chegou quase as 4 horas da manhã na fila. “Quando soube que abriu para a faixa etária fiquei ansioso e tive que vir para cá. Trabalho como motorista para um idoso e todo mês tenho que ir para Curitiba”, diz.

O motorista reside no Jardim Manaíra, na região sul da Capital, e conta que volta para casa mais aliviado. “Com espírito renovado. Essa dose representa a esperança”, completa.

Quem também foi cedo para a fila da vacinação foi o motorista de aplicativo Marcelo Paixão Gonçalves, de 46 anos. Ele foi acompanhado da esposa, para testemunhar e garantir a foto do marido recebendo aplicação da dose. “Esperava muito por este momento. A gente precisa se prevenir, estamos na linha de frente”, conta.

Marcelo foi para fila por volta das 4h para garantir vacina (Foto: Marcos Maluf)
Marcelo foi para fila por volta das 4h para garantir vacina (Foto: Marcos Maluf)

Marcelo afirma que a mulher perdeu três familiares para a covid. “É uma emoção ficar livre desse vírus, a gente nunca sabe quem tem e quem não tem. Saio daqui mais feliz e pensando na segunda dose”, completa.

Além de pessoas acima dos 46 anos, sem comorbidades, a vacinação deste domingo é destinada também quem precisa da segunda dose da Coronavac e tomou a primeira até 2 de junho.

Os imunizantes estão disponíveis nos drive-thrus do Parque Ayrton Senna, Albano Franco e Cassems, além do Guanandizão e IMPCG. A vacinação vai até às 17h na Capital.

Funcionário orienta motoristas na entrada do drive-thru (Foto: Marcos Maluf)
Funcionário orienta motoristas na entrada do drive-thru (Foto: Marcos Maluf)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário