A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018

30/03/2012 18:15

Paraguaios chegavam a receber R$ 100 por dia para trabalhar em obra

Mariana Lopes

Estrangeiros têm três dias para deixar o Brasil, caso contrário, serão deportados. Todos terão que pagar multa de R$ 165.

Victor deixou a esposa e a filha de 14 anos no Paraguai para vir trabalhar no Brasil (Foto: Marlon Ganassin)Victor deixou a esposa e a filha de 14 anos no Paraguai para vir trabalhar no Brasil (Foto: Marlon Ganassin)

Os paraguaios que foram flagrados na manhã desta sexta-feira (30) trabalhando ilegalmente em uma obra, em Campo Grande, alegam que aproveitaram a oportunidade de trabalho no Brasil para melhorarem a situação financeira. Segundo os trabalhadores estrangeiros, as diárias deles variavam de R$ 70 a R$ 100.

O paraguaio de Bella Vista, Victor Villanueva, 42 anos, conta que está no Brasil há dois meses e que veio para cá já contratado pela empresa que realiza a obra. Mesmo sabendo dos perigos que corria, ele justifica que o patrão havia garantido acertar a documentação de todos os trabalhadores. Na terra natal, Victor deixou a esposa e uma filha de 14 anos para buscar melhores condições no país vizinho.

Paraguaios tentavam melhores condições financeiras no Brasil (Foto: Marlon Ganassin)Paraguaios tentavam melhores condições financeiras no Brasil (Foto: Marlon Ganassin)

O grupo tem três dias para deixar o Brasil. Quem descumprir a ordem será deportado ao país de origem. Cada um dos paraguaios terá que pagar multa de R$ 165. De acordo com a PF, é comum encontrar paraguaios em Campo Grande, pelo fato de a entrada do país ser de fácil acesso, principalmente pelas cidades de fronteira.

Como legalizar – Segundo a PF, muitos paraguaios ficam ilegais no Brasil por falta de instrução. O procedimento para regularizar a situação de estrangeiros no País é muito simples. Basta comparecer à Superintendência da Polícia Federal com documentos de identificação e moradia, além de antecedentes criminais do país de origem e do Brasil.

Com toda a documentação, o estrangeiro recebe um protocolo até que a carteira de identidade fique pronta. Mesmo com o documento provisório, ele legaliza a situação no país e passa a ter direito a Carteira de Trabalho e atendimento de saúde.

Conforme a delegacia de Imigração da PF, a maioria dos estrangeiros de Campo Grande é do Paraguai, que vem para cá principalmente para trabalhar em fazenda e obras. Quanto aos bolivianos, o destino principal deles é São Paulo.



Muitos os estrangeiros devem ser deportados sim!!! principalmente os paraguaios e bolivianos, que acabam utilizando de nossa saúde publica, transporte, educação sem pagar impostos, e tirando o emprego de muitos brasileiros!
 
Jackeline Gonçalves Ferreira em 09/04/2012 03:31:26
Edinaldo Ribeiro.. em lugar nenhum do mundo é permitido trabalhar sem documentação, porquê no Brasil seria diferente?

E outra.. acho que você não leu direito a matéria, o processo de regularização é simples! não existe discriminação, mas sim leis.
 
Alexandre Leão em 31/03/2012 11:28:53
Como somos hipócritas , o brasileiro pode ir trabalhar no exterior , os paraguaios não podem trabalhar no brasil ...É repugnante todo tipo de discriminação ...
 
Edinaldo Ribeiro De Lima em 31/03/2012 10:24:00
Autoridades vocês precisam barrar os contrabandos de armas,cigarros,drogas que vem do país vizinho nãos essas pessoas que procuram ter uma vida digna.
 
Rosana Silva em 31/03/2012 09:18:57
... é sempre assim, quando aparece um trabalhador ganhando qualquer coisinha, já vem alguém criticar, R$ 100,00 por dia pra trabalhar com cimento é pouco... sem contar que isso é demanda...

pouca gente critica salários de R$ 19.000,00 (miséria) que alguns políticos, olha que ainda reclamam...

 
MACIEL TIERRAMADRE em 31/03/2012 08:48:14
É O SEGUINTE: JÁ OUVI MUITOS DIZENDO QUE EXIXTEM BRASILEIROS PREGUIÇOSOS, POIS CONFORME ESSAS POLÍTICAS QUE FAVORECEM A CLASSE BAIXA A SOMENTE RECEBER MIGALHA E NUNCA FAZÊ-LOS CRESCER INTELECTUALMENTE COMO CURSOS TÉCNICOS E TECNICOS SUPERIORES E CURSOS SUPERIORES TBM QUE MUITAS VEZES EXISTEM TBM AO ALCANCE DESTA CLASSE, MAS POR DIVERSOS OUTROS FATORES NÃO SÃO CONTEMPLADOS
 
RICARDO MANOEL BRITO MESSA em 31/03/2012 07:37:52
Gente cuidado em dizer ganhar 70 a 100 conto no dia, sem saber nada, nem falar português direito .... >>>em contra partida receber salario mensal de 2.100.00 a 3.000,00 reias por mês registradro etc... etc e thal....
É humilhante para profissionais brasileiros capacitados, empregados e para os desempregados que ganham menos que isso ou não ganham nada .....ATENÇÂO REPORTANGEM ...
 
Andre Mariani em 30/03/2012 11:22:39
Eu já tinha encontrado uma turma deles no hipermercado da av. zahran, bastante animados e fazendo compras de comida. Isso vai continuar acontecer, igual já aconteceu em outros paises(EUA, Japao e parte da Europa), imigração ilegal em busca de melhores salarios, é o preço que a gente paga por estarmos em uma melhor condição economica diante dos nossos hermanos dos paises vizinhos. FAZ PARTE...
 
fabio barbosa em 30/03/2012 11:22:15
Mesmo que sejam estrangeiros mas que estaja aqui pra trabalhar e melhorar sua vida tendo em vista que o país de origem a economia não seja das melhores, que mau tem em regularizar a situação e deixar os mesmos trabalhar?
 
Anderson Silva em 30/03/2012 08:51:16
Putz... Vou deixar de ser policial militar e trabalhar em obras...
R$ 100,00 por dia, de segunda a sexta (sem escala-extra) R$ 500,00.
4 semanas depois, R$ 2000,00. Mais que os R$ 1900,00 que o MS paga, e os R$ 1650,00 que recebo depois dos descontos.

E ñ preciso ter instrução nenhuma, lidar com bandidos, expor minha vida ao risco, resolver conflitos diversos, deixar minha família sozinha à noite
 
Carlos Alberto em 30/03/2012 08:26:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions