A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

21/08/2017 11:21

Parcela de R$ 2 milhões a demitidos da Omep e Seleta será paga nesta 3ª

De agosto a dezembro, em todo dia 22, será desembolsado R$ 2 milhões

Aline dos Santos
Seleta fornecia mão de obra terceirizada para a prefeitura. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)Seleta fornecia mão de obra terceirizada para a prefeitura. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)

A prefeitura de Campo Grande paga amanhã a primeira parcela do acordo com os demitidos da Omep (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar) e Seleta (Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária). Serão depositados R$ 2 milhões referentes às rescisões, com prioridade para gestante e valores até R$ 5 mil.

Conforme o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, o valor total a ser pago é de R$ 25 milhões. De agosto a dezembro, em todo dia 22, será desembolsado R$ 2 milhões. Em janeiro, deve ser quitado o saldo remanescente: R$ 15 milhões. O valor pode sofrer acréscimo por juros e correção monetária.

“Já começa com um peso no orçamento do ano que vem”, afirma o secretário. Os terceirizados foram demitidos em julho por ordem da Justiça.

Os primeiros convênios foram firmados há 20 anos e, desde então, eram renovados em valores que giravam em R$ 6 milhões mensais.

Porém, o MPE (Ministério Público Estadual) apontou ilegalidades, como funcionários fantasmas, salários diferentes pagos para pessoas no mesmo cargo, além de desvio de função e transformação dos convênios em “agência de emprego”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions