A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

01/03/2011 15:17

Pecuarista cancela doação milionária para obra do Hospital do Câncer

Marta Ferreira

Um ano depois de ter sido anunciada a doação de R$ 15 milhões pelo pecuarista Antônio Moraes dos Santos para a construção de um novo prédio do Hospital do Câncer Doutor Alfredo Abrão, em Campo Grande, o benfeitor divulgou hoje que não vai mais doar o dinheiro, em razão de uma série de problemas que já haviam sido externados por ele anteriormente.

A decisão de Antônio Moraes vem quando a obra já está em andamento, com as fundações prontas, e uma despesa de R$ 1,7 milhão já contratada. Ele garante que vai pagar essa despesa, mas que os valores prometidos para o hospital serão destinados a outra obra.

O pecuarista afirma, em nota divulgada na imprensa, que desistiu de fazer a doação, porque a Fundação Carmem Prudente, que administra o hospital, não foi capaz de se comprometer a atender as exigências feitas por ele. A principal exigência foi a garantia de que o prédio não pudesse ser usado para outra finalidade, nem vendido ou penhorado.

Como se trata de uma fundação, foi preciso o parecer do MPE (Ministério Público Estadual) e, mesmo sem o conhecimento do teor do parecer, Antônio Moraes já teria sido informado de que o entendimento foi negativo quanto ao cumprimento das exigências impostas por ele.

Na nota divulgada hoje, o pecuarista afirma que a instituição deveria ter se certificado com antecedência da possibilidade de cumprir com as exigências.

Insatisfação-Em agosto do ano passado, Antônio Morais já havia

sinalizado descontentamento com o andamento do processo para a construção do hospital, e divulgou nota informando que mantinha a doação, mas não estaria mais à frente da construção do hospital.

Ao informar hoje o cancelamento da doação, ele afirma que a intenção era iniciar as obras do hospital em janeiro de 2011, de acordo com o termo de doação, “que só veio a se concretizar 9 meses após a primeira manifestação de assim o fazê-lo”.

O pecuarista salienta que, mesmo havendo pendências de documentação por parte da fundação, as obras foram iniciadas em dezembro do ano passado, e, com dois meses de atraso, em fevereiro, foram iniciadas as tratativas pela Fundação para regularizar a documentação.

Sem a comprovação de que suas exigências podem ser atendidas, o benfeitor decidiu destinar os recursos a outra obra social.

Ele encerra o texto dizendo que o “montante que foi por nós separado para a doação que pretendíamos realizar, jamais encontrará, em nossas contas correntes, qualquer amparo ou aconchego, pois é decidido que nós realizaremos este sonho de outra forma, pois caro para nós é, mais do que tudo, que seja efetivado”.

Outro lado- No hospital, a informação é que os conselheiros da Fundação Carmem Prudente estão reunidos tratando do assunto e devem se manifestar ainda hoje.

Obra do Hospital do Câncer de R$ 15 milhões nem começou
Mesmo com os R$ 15 milhões garantidos e o primeiro depósito de R$ 500 mil feito em fevereiro, as obras do novo prédio do Hospital do Câncer ...
Pecuarista doa R$ 15 mi para obra do Hospital do Câncer
O Hospital do Câncer recebeu hoje doação de R$ 15 milhões para colocar um antigo sonho de pé: a construção de um novo prédio. A pedra fundamental foi...


Nos dias atuais, perder a oportunidade de construir um hospital é um absurdo ... é vergonhoso... especialmente um hospital especializado e voltado a uma causa tão importante que é o combate ao câncer. É importante lembrarmos que o câncer é a 2ª doença que mais mata no Brasil. Dados do Inca mostram que o Câncer infantil é a doença que mais mata. Entre todas as causas de morte da faixa etária (doenças, causas externas), o câncer só perde para os acidentes.
Com a desistência da doação, não é a Fundação Carmem Prudente quem perde, é a população de Campo Grande e todo o povo sul-matogrossense que perde um hospital novo, moderno, especializado e capaz de oferecer atendimento ambulatorial e hospitalar qualificado em oncologia... Mais do que um adeus ao sonho da construção de um hospital novo e do oferecimento de novos leitos... É um atraso para Mato Grosso do Sul!
 
Adam Adami em 02/03/2011 01:50:40
ta certo ele nao tiro sua razao pq o hospital nao providencia essa documentaçao logo que ele esta exigindo , tbm ajudo o hospital do cancer com pouco mas todo mes falo minha doaçao , eu apoio a decisao dele
 
antonio lacerda em 01/03/2011 07:11:56
sei nao, mas o que ouço falar desse grande fazendeiro que e um homem muito esperto para negocios, que possui grande quantidade de imoveis de alugueis nessa cidade, ate quando veio a tona essa doaçao achei que isso nunca ia acontecer, porque nunca vi rico dar nada para ninguem sem pedir algo em troca, doaçao e doaçao nao importa de roubaram se tocaram fogo, voce vai doar, entao faz diferente contrata uma equipe competente e faz o predio coloca o nome dele , fundaçao antonio de moraes, mas faça, nao recua o que nao pode e quem precisa ficar sem, e outra se essa pessoa que conduz essa entidade nao conseguir fazer o que foi pedido, troca essa pessoa tambem, porque como diz a musica com dinheiro e facil quero ver e duro. , e outra se quiser fazer bem para uma grande quantidade de pessoas doa esse dinheiro para mim, vai ajudar uma grande familia, sao mais de 60 pessoas precisando desses 15 milhoes...
 
luiz fernandes em 01/03/2011 06:22:38
É com muita tristeza que leio esta noticia tão desagradavél,só lamento por tantos seres humanos necessitados que passam por este hospital e sempre recebem atendimento, carinho e solidariedade por todos os membros, do porteiro ao presidente do Hospital. Caro senhor Antonio de Moraes, espero em Deus que as autoridades deste Estado
possa através de uma ação conjunta rever e acatar suas exigencias que acho mais que justa, no meu ver o senhor só quer resguardar os direitos das pessoas humildes e necessitadas
que precisam de um tratamento digno. Só sabe o sofrimento dos pacientes quem convive diariamento neste meio, é muito dolorido ver em outros hospitais de nossa cidade a forma que são tratados os portadores de cancer. E o Hospital Dr. Alfredo Abrão hoje é a maior referencia do nosso Estado. Peço em nome de todos os portadores de cancer que Deus toque no seu coração para que possa dar mais esperenças e mais um pouco de vida para muitos que por falta de atendimento deixam seus filhinhos ainda pequenos para enfrentar uma vida sem o pai ou a mãe, que é a base do lar.


 
rosana loureiro em 01/03/2011 06:22:32
cabe ao ministerio público dar mais uma olhada nesse hospital ai, acho que nesse mato tem coelho.
 
marcio americo em 01/03/2011 06:16:49
é lamentável essa situação, porque na verdade quem perdeu mesmo mais uma vez é o povo carente. mas parabenizo esse pecuarista, porque as pessoas precisam ser levadas mais a sério.
 
maria dila em 01/03/2011 05:42:17
E mais uma vez a burocracia nesse país impera. Aplausos...clap clap clap....
 
andrea Burque em 01/03/2011 04:22:01
Eis a burocracia em plena ação.
KKKKKKKKKKKKKk
Vou rir pq esses impecáveis doutores e seus assessores são incompetêntes até para entender que o homem falava sério no tocante as suas imposições.
Os que engavetaram a pasta contendo o pedido, devem agora se reunirem e promoverem um "churrasquinho" ou ação entre amigos para realizar o tal projeto.
Burocrata que é burocrata, ou trabalha na Prefeitura de CG ou em Hospital ligado ao Poder Público.
 
Orlando Lero em 01/03/2011 03:31:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions