A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/12/2011 22:06

Perícia usa quadricóptero e quer fazer de “brinquedo” instrumento de trabalho

Paula Maciulevicius

Bancado pelos próprios peritos, eletrônico dá visão ampliada da cena de um crime

Quadricóptero pode chegar a mil metros de altura e lá de cima fotografar cenário “supeito”. (Foto: João Garrigó)Quadricóptero pode chegar a mil metros de altura e lá de cima fotografar cenário “supeito”. (Foto: João Garrigó)

Ele mais parece um brinquedo, mas nas mãos dos peritos vira ferramenta para resolução de crimes. Na tarde desta quinta-feira o quadricóptero saiu do armário pela segunda vez, para materializar um possível dano ambiental na rua da Divisão próximo a avenida Guaicurus.

Com quatro hélices e um suporte para câmera ele é leve, prático e dinâmico. Com apenas um clique do controle remoto ele sobe em uma altura de mil metros e lá de cima pode filmar e fotografar para dar a visão ampliada à perícia.

Usado para verificar áreas grandes ou visualizar de cima os danos de um incêndio, como o ocorrido na avenida Mato Grosso com a rua 13 de Maio, ele facilita e deixa o trabalho mais ágil.

No caso do possível dano ambiental, se o quadricóptero não existisse, seria necessário entrar com uma trena e ir medindo, explica o perito criminal Amilcar Serra. “Ia ser mais difícil porque não ia ter noção do que realmente é, e assim mostra o global”, ressalta.

Investimento é irrisório perante à facilidade que ele dá ao trabalho da perícia. (Foto: João Garrigó)Investimento é irrisório perante à facilidade que ele dá ao trabalho da perícia. (Foto: João Garrigó)

O aparelho começou a ser usado há duas semanas. Criado pela própria coordenadoria geral de Perícias, o quadricóptero saiu em média US$ 2,8 mil dólares. Dinheiro que foi “quotizado” entre os próprios peritos que buscam justamente facilitar a rapidez nos trabalhos.

Pesando pouco mais de 2 quilos ele aguenta um sobrevôo de 7 minutos, dependendo da bateria. Mais esperto do que parece, caso o eletrônico se perca, um GPS o auxilia a voltar exatamente ao lugar da onde partiu.

O investimento, segundo a coordenadoria de Perícia é irrisório, já que o custo – benefício é ter em mãos uma foto e vídeo de uma situação criminal de cima. “O governo vendo o potencial pode até adquirir o equipamento e ele passar a ser usado direto”, destaca Amilcar Serra.

Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...
Ação oferece serviço especial na UBSF do Tarumã nesta terça-feira
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Tarumã promove nesta terça-feira (12) diversas atividades voltadas para a promoção de saúde da populaç...
Prefeitura e Sebrae fazem estudo em lojas para revitalizar rua 14 de Julho
A prefeitura de Campo Grande a o Sebrae de Mato Grosso do Sul estão realizando na rua 14 de Julho, Centro da cidade, um estudo técnico em 230 lojas, ...


É ... o fim da picada! ter que pagar para poder fazer um trabalho bem feito.
.
O certo seria o trabalhador dedicado e que "veste a camisa" da profissão receber mais por isto. Ser premiado.
Em vez disto, ele tem que pagar para poder ter prazer com o resultado de seu trabalho.
.
Dizem que "O Brasil é o país do futuro". Eu acho que o certo seria: "só se for no futuro para o Brasil ser um país sério".
 
Vandeilton Santos em 16/12/2011 12:11:14
Parabens pela iniciativa.
 
celso luiz bonazoni filho em 16/12/2011 08:37:31
Isso é o que chamamos de resolver os problemas brincando.
 
Aldo Rocha em 16/12/2011 08:10:52
parabens pela iniciativa dos peritos no uso desta tecnologia com certesa o governo deve investir em equipamentos que de agilidade as resposta que a socidade precisa
 
Dorival Oliveira em 16/12/2011 05:36:27
E depois ainda aparecem os críticos de plantão dizendo que polícia não trabalha. Muitos policiais além de trabalharem muito , ainda constroem (ou consertam) as próprias ferramentas de trabalho. Parabéns aos colegas peritos. Esperamos que o governo do estado reconheça e valorize esse importante e indispensável seguimento da segurança pública.
 
Fernando Silva em 16/12/2011 01:52:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions