ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Pet shop deixa dois cachorros fugirem em menos de um mês

Luxinho e Nina sumiram após serem levados para banho; o primeiro continua desaparecido

Por Ana Beatriz Rodrigues | 27/07/2021 17:05

Em menos de um mês dois cachorros fugiram da Petop, loja de artigos para animais localizado na Rua Manoel Joaquim de Moraes, no Jardim Leblon, sem nenhuma explicação. Desde sábado o Campo Grande News vem noticiando o sumiço do Luxinho, vira-lata de 6 anos, companhia da dona Nair, de 92 anos.

Segundo a família da idosa, o cãozinho desapareceu depois que os netos deixaram o cachorro no estabelecimento para um banho na sexta-feira (23). Há duas semanas, também noticiamos a fuga de Nina, uma pinscher de 3 anos, que escapou logo após o motoentregador abrir compartimento que transporta de animais em frente ao mesmo pet shop.

Daniara Ribeiro, de 34 anos, dona da pinscher, contou que após cobrar o dono do pet shop, 30 cartazes foram impressos pelo estabelecimento e distribuídos pela dona do cão. “A minha revolta e indignação é porque não me avisaram que a cachorrinha tinha fugido, não me deram suporte e ficam oferecendo cachorros, como se fosse qualquer coisa”, finalizou.

Luxinho no colo de dona Nair, que o trata como um príncipe segundo a família Foto:Arquivo Pessoal)
Luxinho no colo de dona Nair, que o trata como um príncipe segundo a família Foto:Arquivo Pessoal)

Já no caso de Luxinho, o pet shop também demorou avisar os donos sobre o sumiço, mas dois dias após o desaparecimento do cão, um carro de som foi contratado para passar pelas ruas do bairro e região avisando das buscas pelo vira-lata.

O filho da idosa esclarece que já entrou em contato com o dono do pet shop. A família entendeu que a fuga foi uma fatalidade e ressalta que o empresário, inclusive, tem ajudado ativamente nas buscas pelo cãozinho.

A reportagem procurou por ligação e mensagem o pet shop para que pudesse explicar o que aconteceu no caso desses dois cachorrinhos que desapareceram enquanto estavam sob a responsabilidade do estabelecimento, mas até o momento não tivemos retorno.

Nina teve um final feliz. Após 18 dias desaparecida, a pinscher foi encontrada pela dona e voltou para casa sã e salva. Luxinho, que recebeu esse nome por ser criado com toda regalias de um "príncipe" pela dona Nair, ainda não foi encontrado, mas a família segue na procura.

Direto das Ruas - A informação chegou ao Campo Grande News pelo canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

Matéria editada às 22h43 para acréscimo de informação***

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário