A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

01/04/2014 14:13

PF aguarda instruções para transferir mulher de chefe do tráfico para o RJ

Bruno Chaves
Mulher alternava estadias no RJ e em Campo Grande, onde Nem está preso (Foto: Agência O Dia/Reprodução)Mulher alternava estadias no RJ e em Campo Grande, onde Nem está preso (Foto: Agência O Dia/Reprodução)

Presa no bairro Piratininga, em Campo Grande, na manhã de ontem (31), Danúbia Rangel, esposa do traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, deve ser transferida para a cidade do Rio de Janeiro (RJ) nos próximos dias.

Pelo fato de ser prisioneira do estado do Rio de Janeiro, Danúbia prestará depoimento lá. Logo, a Polícia Federal de Mato Grosso do Sul aguarda instruções, como definição de data e hora da transferência, para que a mulher seja levada ao estado de origem.

Danúbia foi detida por meio de um mandado de prisão expedido pela Justiça Federal do Rio de Janeiro. Ela passava temporadas na cidade litorânea e em Campo Grande, onde Nem cumpre pena no Presídio Federal.

A suspeita da polícia é que a mulher repassava as orientações de Nem, considerado um dos chefes do tráfico do Rio, para os demais membros da quadrilha que atua na comunidade da Rocinha.

Outras prisões – A operação da Polícia Federal, realizada ontem nos dois estados, ainda prendeu cinco policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora da Rocinha, no Rio de Janeiro.

Conforme a PF, quatro PM´s faziam parte do Grupo Tático de Proximidade, grupo responsável por patrulhar a região em busca de armas e drogas, e o último fazia parte do Setor de Inteligência.

A investigação relaciona os policiais militares à organização criminosa. Eles respondem por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Os cinco também seriam responsáveis por repassar ao grupo informações sobre investigações e futuras operações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions