A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

11/06/2018 12:59

Picape usada em execução é de mulher moradora do Jardim Paulista

A suspeita é que o veículo foi usado na execução do primeiro sargento da Polícia Militar da reserva Ilson Martins de Figueiredo, 62 anos

Guilherme Henri e Miriam Machado
Bombeiros depois de apagarem fogo em picape usada em execução (Foto: Saul Schramm) Bombeiros depois de apagarem fogo em picape usada em execução (Foto: Saul Schramm)

A picape Fiat Toro vermelha encontrada incendiada na manhã desta segunda-feira (11) pertence a mulher moradora do Jardim Paulista, em Campo Grande. A suspeita é que o veículo foi usado na execução do primeiro sargento da Polícia Militar da reserva Ilson Martins de Figueiredo, 62 anos.

O Campo Grande News foi até o endereço onde o carro está registrado. Lá, a equipe encontrou o imóvel a venda, porém vizinhos garantem que há movimentação de pessoas no local, inclusive, na noite de ontem (10).

Além disso, moradores afirmaram que os moradores da casa possuem um carro vermelho. Porém, ninguém soube precisar se o modelo do veículo é uma Fiat Toro.

Ainda não há informações se foi registrada alguma queixa de roubo do carro. No entanto, vídeo a qual o Campo Grande News teve acesso mostram o momento em que dois veículos se aproximam do Kia Sportage, do primeiro sargento PM.

 

Ilson Martins de Figueiredo, 62 anos  (Foto: Wagner Guimarães/ALMS/Divulgação)Ilson Martins de Figueiredo, 62 anos (Foto: Wagner Guimarães/ALMS/Divulgação)

Em seguida com mais de 35 tiros de fuzis AK 47 e carabina 556. Os carros usados pelos autores são uma Toyota SW4, branca, e uma picape Fiat Toro, vermelha, encontrada incendiada minutos depois numa estrada vicinal, na saída para São Paulo, próximo à BR-163.

As imagens divulgadas são de estabelecimentos da região e foram registradas em ângulos diferentes. A primeira gravação, mostra a Sportage sendo alcançada pela caminhonete Fiat Toro, neste momento vítima e autor ficam lado a lado na Avenida Guaicurus.

Os tiros acontecem, o trânsito desacelera e alguns condutores, que trafegavam pela mesma via, chegam a dar marcha ré. A gravação não mostra, mas segundo testemunhas, depois que o veículo de Ilson parou, os atiradores desceram da Toro e continuaram atirando. A vítima foi atingida várias vezes na cabeça.

Horas depois, a Fiat Toro foi encontrada numa estrada vicinal, que fica na região da BR-163, na saída para São Paulo, em Campo Grande. O veículo foi destruído pelo fogo. Já no final desta manhã, a polícia ainda encontrou a Toyota Hilux Sw4 branca também usada na execução. A caminhonete também foi incendiada e estava na saída para Rochedo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions