A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

02/09/2014 11:00

PM promove ação para retirar sem-terra com carro da BR-163

Edivaldo Bitencourt, Aliny Mary Dias e Aline dos Santos
Policiais militares estão no local para pedir a retirada de famílias (Foto: Marcelo Calazans)Policiais militares estão no local para pedir a retirada de famílias (Foto: Marcelo Calazans)

Policiais militares chegaram, há pouco, para retirar as famílias sem-terra acampadas às margens da BR-163, na saída para São Paulo, a 20 quilômetros o Centro da Capital. O acampamento ganhou fama porque praticamente todos os barracos possuem um automóvel.

O despejo ocorreu porque a área é de concessão da CCR MS Via, que passou a ter o domínio da rodovia em abril deste ano. O outro problema é que o acampamento fica as margens do contorno ferroviário, que é administrado pela ALL (América Latina Logística).

Conforme apurado pela reportagem, a ordem judicial favorável a saída dos sem-terra foi expedida pelo juiz Marcelo Andrade Campos Silva, da 16ª Vara Cível. O pedido foi ingressado pela ALL.

De acordo com o tenente da Polícia Militar, Paulo Cesar Padilha, houve consenso e os acampados disseram que irão sair do local. A equipe policial permanece no local para a segurança da oficial de Justiça que foi até o acampamento informar a ordem do juiz.

Os acampados são ligados ao MAF (Movimento de Agricultura Familiar) e estavam na Gameleira. Eles mudaram de local para aumentar a pressão sobre o Governo para agilizar a desapropriação de terras para assentá-los. Eles também alegavam que tinha muita lama no acampamento anterior, onde chegaram até a receber luz elétrica e água.

Policiais militares fazem segurança de oficial de Justiça  (Foto: Marcelo Calazans)Policiais militares fazem segurança de oficial de Justiça (Foto: Marcelo Calazans)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions