A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/01/2012 10:28

Polícia ainda não identificou suspeito de atirar em PRF

Francisco Júnior

Crime aconteceu há mais de um mês. Vítima deverá ser ouvida oficialmente na semana que vem

Passados mais de um mês, a Polícia Civil ainda não identificou o suspeito de tentar matar o policial rodoviário federal aposentado Sergio Demisque Siqueira, 55 anos, durante uma briga de transito no dia 4 dezembro do ano passado, em Campo Grande.

A Polícia deverá ouvir o PRF na próxima semana. Mas, de acordo com o delegado Jairo Carlos Mendes, responsável por investigar o caso, em depoimentos informais, a vítima não deu informações que colaboram para a identificação do atirador.

No primeiro depoimento informal, feito logo após receber alta do hospital, o policial disse não se lembrar da noite em que foi baleado.

O crime aconteceu por volta das 23 horas do dia 4. De acordo com o boletim de ocorrência, o policial conduzia uma caminhonete D-10 pela avenida quando um casal em um veículo VW Golf de cor prata fez sinal para que ele parasse. Em seguida, os dois condutores desceram dos veículos e passaram a discutir. Eles ficaram olhando em volta dos veículos, como se estivem procurando algum dano.

O policial foi atingido pelo tiro ao retornar para a caminhonete. O condutor do Golf atirou e fugiu em seguida na companhia de uma mulher. O crime foi testemunha por duas pessoas.

Sergio Demisque foi encaminhado em estado grave para a Santa Casa de Campo Grande e depois transferido para o hospital El Kadri, onde ficou internado por vários dias.



ELE VAI SE APRESENTAR DE UMA FORMA OU DE OUTRA, NADA FICA OCULTO QUANDO COLOCAMOS NAS MAOS DE DEUS
 
enoque campos em 13/01/2012 10:10:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions