A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

17/08/2017 07:24

Polícia Civil do MT cumpre 5 mandados contra roubo de veículos em MS

Priscilla Peres
Operação é realizada nesta manhã em quatro estados. (Foto: Divulgação) Operação é realizada nesta manhã em quatro estados. (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil do Mato Grosso cumpre hoje em Campo Grande, cinco mandados de prisão preventiva em operação contra roubos e furtos de veículos. No total a ação cumpre 125 ordens judiciais em quatro estados brasileiros.

De acordo com a Polícia Judiciária Civil do estado vizinho, a operação Ares Vermelho foi deflagrada hoje após três meses de investigações que levaram a uma rede criminosa liderada por membros de uma facção, que agem de dentro de presídios de Mato Grosso, e mantêm alianças com facções de Rondônia, Santa Catarina, Rio Grande do Norte e Amazonas.

Durante os três meses de investigação, foram contabilizados 682 roubos e furtos de veículos, sendo 410 roubados e 272 furtados. Do total, 409 foram atribuído a organização. A polícia estima que 60% dos crimes desse tipo no período foram realizados por essa organização.

Conforme a investigação, os crimes eram liderados por quatro membros da facção presos no Mato Grosso. Os veículos eram encomendados a comparsas do lado de fora dos presídios, que executavam os crimes conforme a necessidade da organização que escolhia cor e modelo do veículo.

Eles agiam fazendo rondas pela cidade em carros clonados, até encontrar veículos com as características exigidas. Caso encontrassem a pessoa desatenta, embarcando ou desembarcando de seu veículo, rapidamente entravam em contato com seus “superiores” e mencionavam o que tinham à disposição. Se o comando criminoso se interessasse pelo veículo, promoviam o roubo.

Os bandidos se aproveitavam das pessoas distraídas e a possibilidade de roubarem chave original e documentos junto com os veículos, fazendo do crime uma pratica muito lucrativa. O ganho na revenda ou troca dos veículos de origem criminosa rende, em média, R$ 3 mil para os envolvidos.

O nome “Ares” remete ao deus grego das guerras, da guerra selvagem com sede de sangue, daí o complemento “vermelho”, devido a cor.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions