ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  19    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Polícia divulga telefone para denúncia sobre assassino de dono de conveniência

Quem souber algo relacionado ao crime e quiser fazer denúncia pode entrar em contato pelo telefone (67) 3357-8200

Por Viviane Oliveira e Bruna Marques | 22/09/2020 11:18
Ontem de manhã ainda era possível encontrar manchas de sangue na porta e freezer da conveniência (Foto: Henrique Kawaminami)
Ontem de manhã ainda era possível encontrar manchas de sangue na porta e freezer da conveniência (Foto: Henrique Kawaminami)

A Polícia Civil procura pelo suspeito de matar com tiro no ombro o comerciante Eudes Fonseca Vieira, 54 anos, após discussão por causa do preço de caixa de cerveja. O crime aconteceu na madrugada de ontem (21). A vítima era dona de conveniência na Rua Eugênio Peron, no Jardim Zé Pereira, em Campo Grande

Conforme o delegado Bruno Urban, equipes da 7ª delegacia estão nas ruas desde ontem (21) investigando o caso e já tem alguns suspeitos que estão sendo checados. Quem souber algo relacionado ao crime e quiser fazer denúncia pode entrar em contato pelo telefone (67) 3357-8200. A identidade do denunciante será mantida em sigilo.

O delegado explicou que o carro atingido por arma de fogo no local não tem nada a ver com o crime e pertence a morador. O projétil de arma de fogo localizado dentro do automóvel foi apreendido e levado para ser periciado.

À equipe de reportagem, o parente da vítima de 52 anos contou que alugava o imóvel para o primo, conhecido na região como Canário, havia 2 anos. Eudes morava sozinho nos fundos. Na frente, no mesmo terreno, tocava a conveniência. Segundo o primo, ficou sabendo por terceiros que Eudes atendia por janela do estabelecimento, do lado de dentro, quando se desentendeu com cliente, ainda não identificado.

O suspeito só tinha R$ 30, mas queria levar a caixa da bebida de valor maior, segundo apurado pelo parente. Eudes disse que não venderia. Os dois, então, começaram a discutir, foi quando o suspeito sacou revólver e disparou pelo menos quatro vezes. Um dos tiros atingiu a vítima que já foi encontrada morta.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário