A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/04/2015 09:59

Polícia é chamada para atender briga de casal e encontra arsenal em casa

Mariana Rodrigues e Michel Faustino
Após receber uma chamada para atender uma briga de casal, a polícia encontrou armas e munições. (Foto: Divulgação)Após receber uma chamada para atender uma briga de casal, a polícia encontrou armas e munições. (Foto: Divulgação)
Ao todo foram apreendidas três armas e várias munições. (Foto: Fernando Antunes)Ao todo foram apreendidas três armas e várias munições. (Foto: Fernando Antunes)

Policiais do 10º Batalhão, em conjunto com o Batalhão de Choque, foram chamados na noite dessa sexta-feira (24), por volta das 23h, para atender inicialmente uma ocorrência de violência doméstica no loteamento Vespasiano Martins, em Campo Grande, mas que acabou resultando na apreensão de três armas e mais de 300 munições.

Segundo a delegada plantonista da 1ª Deam (Delegacia de Atendimento a Mulher), Elaine Cristina Ishiki, a vítima Daniele Miranda Soares, 28 anos, teria se desentendido com o companheiro, Willian da Silva Leite, 21 anos. Ambos iniciaram uma discussão que acabou resultando em agressão, o que chamou a atenção de vizinhos do casal que tentaram separar a briga.

Ainda segundo a delegada, um dos vizinhos entrou na casa do casal, pegou uma faca e ameaçou Willian, foi quando ele ligou para seus pais informando a situação. Pouco tempo depois, os pais de Willian chegaram ao local em dois carros, sendo que em um estava Wilson Leite Zanuncio, 43 anos, pai de Willian e no outro veículo estava Marcia Garcia da Silva, 38 anos e Celso Ricardo dos Santos Barbosa, 40 anos, mãe e padastro do autor.

Os vizinhos disseram que a mãe do acusado disparou cinco vezes em frente a residência com a finalidade de parar a confusão que havia se formado, nesse momento, os policiais chegaram ao local e foram até a residência dos parentes do autor.

Os policiais foram primeiro até a casa de Wilson, no bairro Manoel Taveira, onde encontraram o veículo e dentro dele uma garruncha calibre 28 com sete munições intactas. Depois os policiais foram até o bairro Vila Palmira, onde moram a mãe e o padrasto do autor, lá eles encontraram duas armas, um calibre 38 e um 32.

Marcia assumiu ser dona das armas, ao continuar a vistoria pela casa, os policiais encontraram ao todo 307 munições, sendo: 19 munições calibre ponto 40; nove munições calibre 357; uma munição calibre 762 usada em fuzis; 10 munições calibre 380, 33 munições calibre 38, sendo 7 deflagradas; 230 munições calibre 22; sete munições calibre 28, sendo 4 deflagradas.

Willian foi preso autuado por ameaça e vias de fato, e os demais envolvidos foram atuados por porte ilegal de arma de fogo e porte ilegal de munições de uso restrito. Eles estão presos na Deam até que sejam transferidos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions