A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/05/2014 08:49

Polícia finaliza operação contra facções criminosas, mas mantém monitoramento

Graziela Rezende

A Polícia pretende encerrar nos próximos 10 dias as investigações que culminaram na operação “Pacto contra o Crime”, deflagrada na manhã de ontem (15), na Capital e outras cinco cidades de MS. No entanto, o delegado João Eduardo Davanço, titular da Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado), ressaltou que o “monitoramento para reprimir a ação de organizações criminosas continua”.

“Estamos em fase de encerramento, já que as prisões preventivas foram decretadas e nós produzimos as provas necessárias durante o inquérito policial. Mesmo assim, após encerrada a operação, continuaremos o monitoramento ao PCC (Primeiro Comando da Capital)”, afirma o delegado.

Ao todo, 99 mandados foram cumpridos, sendo 85 de prisão preventiva e 14 de busca e apreensão. Deste número, 33 envolvem pessoas de fora das cadeias. Para a prisão, mais de 100 policiais participaram da operação, que inclusive utilizou um helicóptero da instituição.

Durante coletiva, o delegado ainda detalhou que, do total de mandados, 28 foram cumpridos em Campo Grande, dois em Mundo Novo, 25 na Penitenciária Máxima da Capital, dois na Instituição Penal de Campo Grande, dois no presídio de trânsito, um no Federal, 10 no presídio de Dourados, três em Três Lagoas, um em Corumbá e dois em Dois Irmãos do Buriti.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions