A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/02/2014 12:17

Polícia finaliza vistoria na Máxima com a apreensão de drogas e celulares

Graziela Rezende
Saída dos policiais do presídio. Foto: Cleber GellioSaída dos policiais do presídio. Foto: Cleber Gellio

Após cinco horas de treinamento e pente fino, a Polícia finalizou há pouco a ação no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima, em Campo Grande. Segundo um sargento da Tropa de Choque, celulares e drogas foram apreendidos, sendo que os detentos tiveram um comportamento “tranquilo e submisso durante a vistoria nas celas”.

Ao todo, de acordo com o major Marcos Paulo Gimenez, participaram 100 homens da Tropa de Choque e do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais). Por questão de segurança, eles não quis dar maiores detalhes da ação.

No local, a informação dos agentes penitenciários é que os bloqueadores já foram instalados e que os testes estão em fases finais. O sinal, conforme apurou a reportagem, oscila diariamente. Ontem, no entanto, era impossível falar ao telefone celular por conta do bloqueio temporário. E este seria o motivo da revolta dos presos, que inclusive fizeram uma semana de grave na limpeza.

Durante a manhã de hoje (21), o titular da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), Wantuir Jacini, ressaltou que os policiais estão fizeram um treinamento e, caso seja necessário intervir em um possível motim de presos, eles já estarão preparados. “É um treinamento, mas se houver necessidade de agir, estamos prontos”, disse.

Treinamento contou com helicóptero da Sejusp. Foto: Cleber GellioTreinamento contou com helicóptero da Sejusp. Foto: Cleber Gellio
Homens na saída do presídio. Foto: Cleber GellioHomens na saída do presídio. Foto: Cleber Gellio


Concordo em número, gênero e grau, sobre o comentário de Ricardo Boretti, que diz que nos bancos funciona o detector de metal, porque não funciona para entrada nos presídios??? Quantas vezes fui impedido de entrar com meu celular no bolso? Tem coisa errada na administração desses presidios!!! Muito estranho essas reportagens de presença de celulares e armas em presídios. Com a tecnologia que temos hoje isso não dá para acontecer de modo algum. Alguém está conivente com a perpetuação dessa irregularidade prisional. Pergunto? Será que não está havendo corrupção financeira já que a corrupção tem se alastrado em muitos seguimentos da sociedade??? E no presídio não??? Gente, Ninguém aceita desculpas, qualquer que seja a desculpa, de entrada de celulares em presídios. Inadmissível.
 
JOÃO ALVES DE SOUZA em 22/02/2014 16:36:29
É estranho falar que foi encontrado no presidio, drogas e celulares. Isto é Brasil.
 
santos filho em 21/02/2014 19:45:23
O que eu não entendo é como, principalmente celulares entram na penitenciária! A exemplo dos bancos, um simples detector de metal em uma porta giratória no acesso aos presídios já resolveria. Ou da mesma forma que nos aeroportos, com um portal detector e um raio x. Nesses ambientes (bancos e aeroportos) se houver UMA MOEDA no bolso a porta trava ou o detector aciona o alarme. Porque isso não funciona na CADEIA?! Muitas coisas são tão simples de resolver, mas estamos no Brasil, onde o errado é certo e onde o sistema esta corrompido. Lastimável!
 
Ricardo Boretti em 21/02/2014 13:16:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions