ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Polícia ouve testemunhas de sequestro de mãe e bebê no Parque do Sol

Dois suspeitos pelo crime foram presos em flagrante ainda pela manhã (31). Mãe e filha de seis meses, passam bem.

Por Adriano Fernandes | 31/01/2017 16:28
Erimar e Giovani logo após a prisão no 1º Batalhão do Pelotão Coophatrabalho. (Foto: Divulgação Policia Militar)
Erimar e Giovani logo após a prisão no 1º Batalhão do Pelotão Coophatrabalho. (Foto: Divulgação Policia Militar)

Estão sendo ouvidas, na tarde desta terça-feira (31), testemunhas do sequestro de uma jovem, de 27 anos, e da filha, de oito meses, que ocorreu por volta das 4h no Bairro Parque do Sol, em Campo Grande.

Giovani Lopes Rodrigues, de 35 anos, e Erimar Fagundes, de 27 anos, que é ex-marido da vítima foram presos em flagrante, ainda pela manhã, após a mulher ter conseguido pedir socorro em uma borracharia depois que o pneu do carro onde era mantida refém estourou.

De acordo com os policiais do 1º Batalhão do Pelotão Coophatrabalho, que efetuaram a prisão o veículo Astra, prata, em que os criminosos levavam as reféns estourou o pneu dianteiro direito, próximo ao cruzamento entre as avenidas Euler de Azevedo e Presidente Vargas.

Os dois teriam ido até uma borracharia em busca de concerto, quando a mulher conseguiu escapar e pedir ajuda no estabelecimento. Ela era mantida sobre ameaças e agressões da dupla, de acordo com a polícia, mas tanto ela quando o bebê passam bem, segundo a polícia. 

Erimar ainda tentou fugir com o carro, mas foi contido pelos policias. Ele indicou onde o comparsa estava, em uma residência próxima do endereço. No local, os agentes prenderam o envolvido e também encontraram uma pistola e uma arma calibre 12. Com os suspeitos foram apreendido celulares, dinheiro, toucas e facas.

Ainda de acordo com a polícia Erimar já tem passagem por violência doméstica e Giovani, também conhecido como ‘Diabo Loiro’, já foi fichado por roubo, posse irregular de arma de fogo e furto além de outros delitos. 

Eles foram autuados em flagrante e encaminhados a Deam (Delegacia Especializada de Atendimentos à Mulher). Esta tarde (31) a delegada Priscilla Anuda Quarti Vieira, responsável pelo caso ouve as testemunhas do crime. 

Sequestro – Erimar invadiu a casa onde estava a ex-mulher, agrediu vítimas e sequestrou a levou com a filha de oito meses do casal, por volta das 04h de hoje (31). Ainda pela manhã, um açougueiro de 50 anos, pai da vítima, havia informado que além Erimar e Geovani, mais dois homens encapuzados também participaram da ação. 

No entanto, a vítima não confirmou a versão à polícia ou informou onde poderiam estar os outros homens que supostamente teriam participado do sequestro. O homem disse que ouviu gritos e antes de acordar teve a porta do quarto arrombada por um dos suspeitos. Os alvos do bando, a mulher e o bebê, dormiam em outro cômodo.

“Eles bateram no meu filho de 21 anos, que mora no fundo de casa, com a mulher e dois filhos de 3 e 5 anos”, relata a testemunha que preferiu não se identificar. Toda a ação foi presenciada pelas crianças.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário