A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

23/03/2011 11:31

Polícia quer perfil comportamental de lutador que matou segurança

Nadyenka Castro

Outra vítima de Christiano será ouvida

No enterro do segurança, pedidos de justiça estavam estampados nos carros. (Foto: Simão Nogueira)No enterro do segurança, pedidos de justiça estavam estampados nos carros. (Foto: Simão Nogueira)

A Polícia Civil quer traçar o perfil do comportamento do lutador de jiu-jitsu Christiano Luna de Almeida, 23 anos, autor das agressões que mataram o segurança Jefferson Bruno Escobar, 23 anos, na madrugada do último sábado, em uma casa noturna da avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

De acordo com a delegada Daniella Kades de Oliveira, responsável pelo inquérito, para traçar este perfil serão ouvidas pessoas que já tiveram contato com o jovem, como trabalhadores de locais que ele freqüentava e também o universitário Rafael Mecchi, de 22 anos.

Rafael foi agredido por Christiano em 2009 e ficou com lesões no rosto. Ele irá prestar depoimento às 14 horas desta quarta-feira na 1ª Delegacia de Polícia Civil.

A delegada explica que a intenção ao questionar outras pessoas que tinham contato com o autor é verificar se já houve casos de pequenas brigas envolvendo ele, que não foram levadas ao conhecimento policial, e também saber como era o comportamento dele nos locais que freqüentava.

O perfil será anexado ao inquérito, que tem que ser concluído até a próxima terça-feira (29). Também serão incluídas novas imagens feitas por mais duas câmeras de segurança da casa noturna. Ao todo, três câmeras flagraram, de ângulos diferentes, a confusão.

A Polícia Civil já ouviu 11 pessoas sobre a morte do segurança, que era conhecido como Brunão. Foram ouvidos funcionários da casa noturna, amigos de Christiano e parentes da vítima.

A Polícia aguarda também o laudo necroscópico sobre a causa da morte, cuja primeira certidão já apontou insuficiência respiratória, trauma no tórax e ação contundente.

A missa de sétimo dia de Jefferson está marcada para sexta-feira, às 19 horas, na igreja Maria Mãe da Igreja, na Vila Jussara.



Sr. Paulo Cesar, uma coisa é voce se defender, outra coisa é voce partir pra cima dos outros para agredi-los como um louco, se não estão vendo isso, estão com problemas de visão.
Tem alguns advogados que defende qualquer um desde de que lhe pague bem, que põe a própria mãe na cadeia pra ganhar dinheiro, não dá prá considerar.
 
jose antonio em 25/03/2011 10:04:24
Parem com isso de dinheiro, pobre, preto, a justiça existe mas ela só é aplicada a luz da lei. Vejo pessoas com conhecimento juridico escrevendo bobagens. A policia analisa o perfil etc., para fazer um bom relatório (inquérito), para que a lei seja aplicada a seu rigor. Para que o MP, juiz e até a própria defesa tenha subsidios necessários para um bom e justo julgamento. O Delegado não faz isso para agradar vitima ou réu e sim para que a justiça que é o poder maior pois ela começa em Deus, seja feita e bem aplicada. Saibam pois, se for comprovado a legitima defesa que infelizmente ou felizmente o será, pois o video revela, e não adianta ficarmos cegos diante do que ele mostra. Já tive experiência jurídica de uma pessoa agredida e ao ser atirada ao solo, sacou a arma e atirou no seu agressor, que era o dobro do seu tamanho, o laudo comprovou que a perfuração foi de baixo para cima no peito da vitima e foi só 1 tiro, não houve exagero, e a reconstituição do crime comprovou que caido no chão, o réu tinha perdido o seu poder de defesa que era correr e encontrou na arma a proteção da sia vida e foi aplicado a legitima defesa e pior de tudo ou melhor, o réu era motorista de ônibus, não era milionário, .a realidade, sei que é dificil para um lado e inconsolável para o outro mas a nossa justiça é justa, a nossa lei é que é "deficiente" ou seja, cheio de falhas e não é o juiz, promotor, delegado quem a corrigirá. Somos nós eleitores que ainda não aprendemos a escolher nossos politicos e exigir no seu programa de governo, a correição, extinção ou mudança de algumas leis que com o progresso e tecnologia nova, vai se tornando cada vez mais inviável. Saibam também que existem bons advogados e bons advogados são muito caros.
 
paulo cesar em 24/03/2011 12:56:44
ATÉ QUE ENFIM ACHEI UMA PESSOA SENSATA E COM CONHECIMENTO...PARABÉNS "SR. PAULO CESAR"
 
Gilmar candido em 24/03/2011 06:38:23

Pai,mae, avò e familiares , com certeza a punicao desse ser, nao vai trazer seu filho de volta, mas as maos de deus ha de tocar nos homens para que as justica da terra seja feita.vamos crer.
 
silvana da silva em 23/03/2011 05:12:33
Esse camarada, já hávia aprontado antes, agredindo outro rapaz, vai ver que não trabalha, se gosta de briga,,poderia estar lutando profissionalmente contra lutadores de verdade. Agora, não tem perdão, é cadeia pra ele mesmo...
 
lopes lima em 23/03/2011 05:04:28
Justiça já!!
esse rapaz nao pode ficar fora da cadeia. Se ele matou um segurança o que ele é capaz de fazer com pessoas que nao sao treinadas para se defender??
 
Wellington cirino em 23/03/2011 03:53:14
Absolutamente por nada, morre uma pessoa, e é óbvio que não vai dar em nada, este papo de traçar o perfil do acusado, desde quando dinheiro tem perfil.
 
anderson silva em 23/03/2011 02:59:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions