A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

24/06/2011 14:08

Policial militar que matou ex-esposa a tiro será interrogado na segunda

Nadyenka Castro

Duas testemunhas serão ouvidas

Paulo, de azul, no dia audiência em que foram ouvidas testemunhas de acusação, em março. (Foto: João Garrigó)Paulo, de azul, no dia audiência em que foram ouvidas testemunhas de acusação, em março. (Foto: João Garrigó)

O policial militar Paulo Cesar Lucas Batista, que matou a ex-mulher, a agente de saúde Luciana Chaves Farias, de 35 anos, será interrogado em juízo na próxima segunda-feira (27).

A audiência está marcada para começar às 14 horas e será presidida pelo juiz Aluízio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri.

Também serão ouvidas duas testemunhas de defesa. Outras três prestaram depoimento no mês passado.

Terminada a fase de depoimentos, acusação e defesa têm prazo para apresentar as alegações finais e depois disso o juiz decide se manda o réu a júri popular ou não.

O caso- O policial matou Luciana a tiro. O militar alegou que ouviu a porta ser arrombada e viu uma pessoa entrando. Pensando ser um ladrão ele atirou na ex-esposa, que chegou a ser socorrida, mas morreu antes de receber atendimento médico.

Perícia constatou que a porta havia sido danificada pelo lado de dentro e que havia uma poça de sangue, e não rastro.

Foi verificado ainda que Luciana tinha um hematoma na testa e dois causados por arma de fogo.



nem algemado ele fica , que esta preso é a mulher que morreu.
 
edilene mascarenhas em 24/06/2011 10:19:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions