ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Ponte desmorona e fecha acesso a bairros e condomínios no Estrela Dalva

Moradores reclamam que desde então, há dois dias, tem se formado trânsito muito intenso e congestionamento

Por Viviane Oliveira e Mariely Barros | 15/10/2021 10:38
Ponte que dá acesso a bairros e condomínios desmoronou. (Foto: Kísie Ainoã)
Ponte que dá acesso a bairros e condomínios desmoronou. (Foto: Kísie Ainoã)

Com as chuvas dos últimos dias, a ponte localizada na Rua Veridiana, no Bairro Estrela Dalva, desabou fechando o acesso a dois condomínios, na Rua Brisa de Zaragoza e aos bairros Cerejeira e Nascente do Segredo, em Campo Grande.

Os moradores reclamam que desde então, há dois dias, tem se formado trânsito muito intenso e congestionamento de veículos. Conseguem passar pelo o que sobrou da passarela apenas pedestres e motociclistas.

Por causa do problema, os carros e os ônibus precisam desviar pela Rua Tenente Tenesse, percorrendo cerca de 8 quadras a mais para ter acesso, por exemplo, à Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo, sentido Centro.

Fila de carros nesta manhã, por volta das 8h, aguardando para fazer o retorno. (Foto: Kísie Ainoã)
Fila de carros nesta manhã, por volta das 8h, aguardando para fazer o retorno. (Foto: Kísie Ainoã)

Moradora de um dos condomínios, a aposentada Maria Josefina Rocha, 69 anos, espera que a ponte seja reerguida o mais rápido possível, porque está atrapalhando a rotina de todos os moradores da região.

“Eu passo por aqui, porque se for dar a volta, vou ter que andar muito”, lamentou. Maria reclama que a rua da ponte é linha de ônibus e por causa da interdição, está mais demorado. “O fluxo aqui já era grande, sem a ponte piorou ainda mais”, completou a aposentada.

Compartilha da mesma opinião a professora Renata de Souza Alves, 33 anos. Ela ainda não sabia que a ponte havia desabado e foi pega de surpresa nesta manhã. “Agora, eu estou indo bater perna, mas se estivesse a caminho do trabalho, ia fazer muita diferença”, contou.

O borracheiro Vinicius Honora, 21 anos, contou que hoje de manhã, havia fila de carros esperando o retorno. “Eram mais de três quadras de congestionamento”, contou. Segundo a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura E Serviços Públicos), o serviço de recuperação da ponte começa ainda nesta sexta-feira (15), se não chover.

Motociclista aguardando pedestre passar para seguir o trajeto. (Foto: Kísie Ainoã) 
Motociclista aguardando pedestre passar para seguir o trajeto. (Foto: Kísie Ainoã)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário