A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

11/06/2018 16:57

Por falta de transporte, alunos de MS perdem festival de cinema francês

Exibição educativa e gratuita vai ocorrer na terça-feira de manhã, mas falta de locomoção priva alunos de festival

Izabela Sanchez
Cerca de 150 alunos da Escola não poderão assistir ao festival (Reprodução)Cerca de 150 alunos da Escola não poderão assistir ao festival (Reprodução)

Famoso mundialmente e presente em mais de 87 cidades brasileiras, o Festival de Cinema Francês Varilux chegou a Campo Grande em sua terceira edição. Um dos projetos do Festival, que ocorre nas salas de cinema do Cinemark, é levar crianças de escolas públicas para conhecerem a sétima arte francesa. Nesta edição, o Festival conseguiu que duas escolas participassem. Uma delas, no entanto, deve ficar de fora por falta de transporte para as crianças.

Quem explica é a responsável pelo festival em Campo Grande, Marcia Saddi. “Dentro do Cinemark na parte da manhã, são duas sessões amanhã 6h da manhã e no dia 15 às 10h. A gente vai até a secretaria e vê o que eles podem indicar, quais salas, a faixa etária é de 6 a 12 anos, que possam assistir uma sessão fechada”, explica Marcia.

Quem perde a oportunidade são cerca de 150 alunos da Escola Estadual Hércules Maymone, já que a escola não conseguiu transporte para levar os alunos até a sessão de cinema.“Uma dessas escolas a gente já tinha organizado tudo há muito tempo, a sessão é amanhã de manhã e a gente ficou sabendo agora, eu não sei se foi a secretaria de educação que cancelou os ônibus”, comentou.

Diretora-adjunta da escola, Luely afirma que havia recebido ofício do Consórcio Guaicurus, que iria liberar ônibus especiais para a sessão. A escola, no entanto, teria pedido fora do prazo. “Porque são 150 alunos e seria mais do que um ônibus, parece que são 42 lugares por ônibus, teria que ser pelo menos 4 ônibus”, explicou.

Ao Campo Grande News, o Consórcio Guaicurus afirmou que não recebeu nenhum ofício com pedido para liberar ônibus. “Até o momento referido pedido não chegou. Em nenhum momento o Consórcio negou a liberação e ônibus, muito menos por conta do número de alunos que seriam transportados. Qualquer liberação (ou não) de ônibus só é definido mediante pedido via ofício, que em momento algum foi enviado ao Consórcio”, afirmou.

Por meio da assessoria de imprensa, a SED (Secretaria Estadual de Educação), que a Escola conseguiu, de forma gratuita, 1 ônibus com o Consórcio Guaicurus. Segundo a Secretaria, no entanto, “150 alunos demonstraram interesse, o que tornaria o translado não mais gratuito, devido à necessidade de 5 ônibus”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions