ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Prefeita demite funcionário após denúncia de assédio sexual de "mirins"

Adolescente foi à polícia registrar boletim de ocorrência contra o, agora, ex-servidor

Por Gabriel Neris e Bruna Marques | 25/04/2024 11:03
Adolescente foi à polícia nesta manhã para registrar boletim de ocorrência (Foto: Bruna Marques)
Adolescente foi à polícia nesta manhã para registrar boletim de ocorrência (Foto: Bruna Marques)

A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (PP), demitiu funcionário acusado de assédio sexual dentro do prédio do Paço Municipal. Três adolescentes do Instituto Mirim relatam os abusos, mas apenas uma delas procurou a delegacia para registrar ocorrência.

A menina, de 16 anos, contou ao Campo Grande News que foi perseguida dentro do prédio e precisou correr. A última vez, na terça-feira, ele teria aproveitado que a menina foi encher a garrafa d’água e a agarrou por trás para forçar um beijo no rosto. “Fiquei sem reação”.

A adolescente relatou que foi para casa assustada, mas não quis deixar a mãe preocupada. Na quarta-feira, procurou as psicólogas do Instituto Mirim e relatou a situação. Lá, ela foi aconselhada a procurar a delegacia. “É para a gente falar, nos sentir à vontade, não se calar”.

Segundo a menina, a partir do relato dela outras duas adolescentes também disseram que foram assediadas pelo mesmo servidor, mas que ainda temem procurar a polícia. “[Elas] tão com medo”.

A mãe da jovem, de 33 anos, relatou à reportagem que entrou em desespero ao saber. “Minha reação foi uma das piores. Foi a psicóloga que avisou. É uma sensação de impunidade”, lamenta. Segundo ela, a filha tem medo de voltar a trabalhar.

Mãe e filha estiveram nesta manhã na DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) para registrar boletim de ocorrência contra o suspeito.

Em nota, a prefeitura informou que tomou conhecimento do caso e publicou no Diário Oficial desta quinta-feira a exoneração do rapaz. “A Prefeitura de Campo Grande repudia veementemente qualquer tipo de assédio ou violência praticada contra mulheres ou crianças e adolescentes”, diz trecho do documento.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias