A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

03/08/2017 19:31

Prefeito afirma que vai recorrer de decisão que derruba decreto do Uber

Nyelder Rodrigues e Anahi Gurgel

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), afirmou nesta quinta-feira (3) que assim que receber a notificação judicial vai recorrer da decisão que derrubou o decreto municipal que impõe várias regras a serem seguidas pelas empresas que atuam no setor de transporte individual, através de aplicativos, como o Uber.

A suspensão do decreto foi concedida pelo juiz David de Oliveira Gomes Filho, da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, por tempo indeterminado, acatando pedido feito em ação civil coletiva de consumo proposta pelo MPE-MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul).

"Vamos tomar ciência de modo oficial da decisão e recorrer, porque a segurança do cidadão não pode se restringir a uma decisão judicial. Eu estou prezando pela segurança do campo-grandense", comenta o prefeito em declaração dado no fim desta tarde.

Marquinhos considera que a identificação dos veículos é fundamental para que as pessoas saibam quem está conduzindo o carro, se ele realmente tem seguro, entre outros. "Não consigo entender porque alguns motoristas não querem essa identificação. A única coisa que pedimos é que eles utilizem um adesivo".

No caso, o adesivo ficaria por dentro do veículo, no caso dos motoristas ligados ao Uber, com os dizeres "Sou Uber, sou legal", explica Trad, que completa ainda buscar regulamentar o serviço de consciência tranquila.

"Quero também ter a consciência tranquila de que não colaborei com isso [no caso de algum crime ocorrer por falta de medidas de prevenção]", diz o prefeito, ao falar sobre a segurança tanto de passageiros como dos motoristas.




A cada reportagem onde o prefeito se pronuncia sobre a Uber eu fico indignado com a falsa falta de informação dele. E antes que insinuem, SIM EU SOU MOTORISTA UBER.
- Ele diz se preocupar com o passageiro estar segura em caso de acidente, a partir do momento que a viagem é iniciada o passageiro já esta segurado até o seu destino final, isso pelo seguro que a propia Uber fornece, então no meu caso o passageiro tem dois seguro, o da Uber e o meu seguro do carro.
- O carro do motorista, na maioria das vezes, é seu carro de uso pessoal, por isso que ninguém quer adesivar e muito menos colocar placa vermelho o que causa uma depreciação muito grande do carro.
- Quanto aos taxistas eles precisam simplesmente mudar a forma de trabalhar e acabar com essa história de fortistas.
 
romulo em 04/08/2017 09:40:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions