A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/05/2011 09:27

Prefeito defende em Brasília, dia 20, projeto de R$ 250 milhões para mobilidade

Marta Ferreira e Ìtalo Milhomem

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, informou esta manhã que vai a Brasília no próximo dia 20 para defender o projeto que pleiteia recursos de R$ 250 milhões do PAC da Mobilidade Urbana. O programa, que começou a seleção de projetos em fevereiro, beneficia 24 cidades do País, com investimentos em corredores exclusivos para ônibus, VLTs (Veículos Leves Sobre Trilhos) e ainda metrôs.

Prefeito falou esta manhã sobre projeto para investimento em mobilidade urbana, que vai defender no dia 20 em Brasília. (Foto: João Garrigó)Prefeito falou esta manhã sobre projeto para investimento em mobilidade urbana, que vai defender no dia 20 em Brasília. (Foto: João Garrigó)

Campo Grande tem projeto para corredores de ônibus e VLT. A cidade foi incluída entre as beneficiadas e agora precisa defender seus projetos para assegurar a liberação dos recursos.

Os projetos prevêem que uma das vias a ser transformada em corredor de ônibus é a avenida Afonso Pena.

Essa proposta, porém, não tem relação com as alterações que estão sendo propostas na via, entre elas o fim do estacionamento de veículos em um trecho que vai da rua Padre João Crippa até a avenida Ernesto Geisel, a redução do espaço do canteiro e o alargamento das pistas, principalmente a esquerda, que, no futuro, pode ser transformada no corredor exclusivo para ônibus.

Sugestão- A ideia gerou polêmica e reclamações sobre falta de consulta da sociedade. O arquiteto Angelo Arruda, professor universitário e vice-presidente da Federação Nacional dos Arquitetos, sugere que seja feito um concurso público para definir o melhor projeto.

Ao comentar a ideia esta manhã, o prefeito de Campo Grande disse que ela “pode ser discutida”, mas que não há ainda definição nesse sentido. As afirmações foram feitas durante evento que comemorou a criação de 10 mil empresas individuais em Campo Grande.

Nelsinho voltou a garantir que não haverá estragos nas características da Afonso Pena. Segundo, o espaço verde do canteiro será preservado e até ampliado com a retirada dos carros do local.

Ele disse que ainda não tem o projeto fechado da Agetran (Agência de Transporte e Trânsito). Essas alterações serão feitas com recursos da prefeitura.



Será que existem alguns projetos ,para resolver os problemas na Norte e Sul,próximo ao novo shoopping-center?a situação ,esta critica desde o viaduto da Salgado Filho até a Manoel da Costa Lima.a unica coisa que vi ,foi eles terem pintado o meio-fio,sem se procuparem,com desmoronamento das duas pistas da avenida norte e sul.
 
carlos alfredo em 17/05/2011 10:40:41
Muito bom, existem pessoas que são contra e sempre foram contra: a tirada do pontilhão e camelos da Barão do Rio Branco, contra a retirada dos trilhos, contra a transferência da feira ou seja contra o que está sendo bom para a cidade, e não ia deixar de ser contra arrumar a afonso pena.
 
Jorge Antônio Dias em 17/05/2011 03:05:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions