A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/10/2014 11:08

Prefeito não comparece à reunião com professores, mas sinaliza reajuste

Lidiane Kober
Prefeito deixou professores esperando por mais de uma hora e não compareceu à reunião por ele marcada (Foto: Lidiane Kober)Prefeito deixou professores esperando por mais de uma hora e não compareceu à reunião por ele marcada (Foto: Lidiane Kober)

O prefeito Gilmar Olarte (PP) não compareceu, na manhã deste sábado (11), à reunião com professores, mas, por telefone, sinalizou a categoria pagar à vista o reajuste de 8,46%, já aprovado pela Câmara Municipal.

No último encontro, na noite de ontem (10), o prefeito prometeu se reunir novamente, às 9h de hoje, com representantes da ACP (Associação Campo-grandense dos Profissionais da Educação) a fim de repasser últimas novidades sobre tentativa de fechar empréstimo para bancar o aumento salarial da categoria.

Porém, cansados de esperar, os professores, às 10h10, entraram em contato para confirmar o encontro. O telefone do prefeito estava na caixa de mensagem, mas, minutos depois, ele retornou a ligação.

Ao presidente da ACP, Geraldo Alves, Olarte informou estar “avançada a possibilidade de conseguir o dinheiro para pagar o reajuste à vista”. “Eles nos sinalizou com o pagamento”, concluiu o sindicalista. “E não justificou a ausência na reunião de hoje”, acrescentou.

O aumento, segundo cálculos da prefeitura, terá impacto de R$ 3,6 milhões na folha salarial, ampliando o comprometimento com gastos de pessoal de 48,7% para 49,21%. De acordo com a ACP, a remuneração inicial vai passar de R$ 1.564 para R$ 1.697, o equivalente a 100% do piso nacional por 20 horas/aula.

A próxima rodada de negociação ficou marcada para dia 14, véspera do Dia do Professor. “A nossa expectativa é de que a prefeitura vai cumprir a lei, por enquanto, ninguém falou que não vai cumprir a regra, só cogitaram dilatar o prazo”, detalhou o presidente da ACP.

Questionado sobre a reação da categoria em caso de descumprimento, ele evitou adiantar decisões. “A negociação ainda não encerrou, quando terminar, vamos reunir a categoria em assembleia para tirar posição”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions