ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  30    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Prefeito pede e "cidade de joelhos" tem altar em casa, meditação e culto online

Parte da população aderiu ao chamado do prefeito e manifestou sua religiosidade em meio à pandemia

Por Jones Mário | 05/04/2020 12:50
De joelhos, Marquinhos Trad compartilhou seu momento de fé em vídeo no Instagram (Foto: Reprodução)
De joelhos, Marquinhos Trad compartilhou seu momento de fé em vídeo no Instagram (Foto: Reprodução)

Parte da população de Campo Grande aderiu à sugestão do prefeito Marquinhos Trad (PSD) e parou, por uma hora, para expressar sua fé em meio à pandemia do novo coronavírus. Nas redes sociais, religiosos de toda crença marcaram o gestor e divulgaram seus rituais na manhã deste domingo (5).

“Convidei toda a cidade para que, de joelhos, possamos, com humildade e arrependimento, pedir perdão a Deus. Para que ele possa curar a nossa terra. Deus, ouça nossas preces. Cura, sara a nossa cidade”, falou Marquinhos, pelo Instagram.

Na mesma rede social, o prefeito foi marcado em publicações de quem embarcou na ação. Uma delas, com imagens alusivas à meditação, pedia “que cada um visualize sua cura, dissolva o medo e aumente sua empatia para com os outros”.

Terços e bíblias figuraram em meio à “chuva” de publicações, bem como pequenos altares improvisados nas casas.

Católicos exibiram imagens de santos e velas acesas. Ao fundo, a televisão ou computador sintonizada na missa ao vivo, transmitida online.

O próprio Marquinhos Trad chegou a participar de um culto por videoconferência, promovido pela 1ª Igreja Evangélica Batista de Campo Grande.

O chamado do prefeito pela “cidade de joelhos” foi feito durante toda a última semana, durante transmissões ao vivo diárias para atualizar sobre as medidas de enfrentamento ao novo coronavírus.