ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Prefeitura adia divulgação de notas da seleção de professores

Retificação do certame foi publicado em edição extra do Diário Oficial

Por Gustavo Bonotto | 01/03/2024 19:32
Professores se agrupam na entrada de universidade no dia de aplicação das provas. (Foto: Arquivo/Alex Machado)
Professores se agrupam na entrada de universidade no dia de aplicação das provas. (Foto: Arquivo/Alex Machado)

A Prefeitura de Campo Grande adiou a divulgação dos resultados do processo seletivo que visa contratar professores para a educação básica. Prevista para a manhã desta sexta-feira (1º), as notas da redação só serão conhecidas na próxima segunda (4).

A retificação foi publicada por meio da Seges (Secretaria Municipal de Gestão), em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). Com a alteração, os candidatos devem ficar atentos aos novos prazos para imposição de recurso, que agora compreendem entre os dias 18 a 19 de março. Já o parecer da banca estará disponível no dia 26.

Ao todo, 20.861 candidatos se inscreveram para o concurso e disputam 323 vagas para diversas áreas na educação. Os cargos pagam inicialmente R$ 3.671,07.

Polêmica - Educadores que participaram do concurso público para professores da Semed (Secretaria Municipal de Educação) irão à Justiça para contestar e cobrar um posicionamento diante das falhas apresentadas na aplicação do processo seletivo.

Por telefone, um dos candidatos que preferiu não ser identificado com medo de repressões disse que a banca cometeu erros considerados grotescos. "Acredito que a banca responsável está agindo de má-fé. No meu caso, tive problemas com a pontuação e deu a entender que a organização responsável pela correção não entende de educação", explicou.

O educador pontuou que a classe não quer a anulação do processo, mas sim uma retificação do gabarito, com mais elaboração nos recursos já apresentados pelos candidatos. Conforme noticiado, 15 questões foram anuladas após a realização do certame.

Procurada pela reportagem, a banca avaliadora esclareceu que o Edital de Abertura do concurso previa que, após a divulgação do gabarito preliminar, os candidatos poderiam interpor recurso.

"Após análise de todos os recursos impetrados pelos candidatos, os elaboradores das questões realizaram anulação de 9 questões e modificação de alternativa de 3 questões. Esclarecemos que, as questões anuladas geram pontuação para todos os candidatos. Esclarecemos ainda que foi disponibilizado no portal do Instituto Avalia todas as respostas dos recursos impetrados pelos candidatos, inclusive das questões que foram mantidas".

A banca também informou que o número de questões anuladas está dentro do limite aceitável. "Para a maioria dos cargos somente uma questão ou nenhuma foi anulada e não trará prejuízo aos candidatos e nem ao resultado do certame".

Receba as principais notícias do Estado pelo celular. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News no WhatsApp e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias