A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/07/2016 22:32

Prefeitura é notificada, mas falta à negociação sobre terceirizados no MPT

Nyelder Rodrigues
Prefeitura não mandou representante ao encontro e será notificada a dar explicações sobre o tema (Foto: Divulgação MPT)Prefeitura não mandou representante ao encontro e será notificada a dar explicações sobre o tema (Foto: Divulgação MPT)

A prefeitura de Campo Grande não enviou nenhum representante à reunião ocorrida nesta terça-feira (5) para tratar da reposição salarial dos 4,3 mil trabalhadores terceirizados contratados através do convênio com a Ompe e Seleta na capital. Segundo o MPT (Ministério Público do Trabalho), o município foi notificado sobre a audiência.

Segundo o Senalba (Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional), os salários dos funcionários estão congelados desde o ano passado, sendo que a data-base da categoria foi definido pelo dia 1 de maio.

"Até o momento, não houve qualquer indício de negociação coletiva, mesmo após duas reuniões com as entidades empregadoras e a judicialização da data-base correspondente ao ano passado", acrescentou um dos representantes sindicais presentes à reunião realizada hoje. Por causa da ausência, o MPT tomará medidas.

"Tivemos conhecimento de que a prefeitura não liberará valores para que a Omep e a Seleta paguem verbas rescisórias dos seus trabalhadores internos, ou seja, daqueles que executam atividades administrativas e de serralheria, marcenaria e vigilância", conta o procurador do Trabalho, Cícero Rufino Pereira.

Representantes da Omep e Seleta foram ao encontro, mas afirmam que não tem autonomia para definir reajustes. Diante da situação, o procurador completa que "se não corrigirmos os salários considerando a data-base, as perdas financeiras em virtude dessas rescisões serão ainda mais consideráveis".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions