A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

31/01/2014 11:25

Prefeitura não licita uniformes e pais temem mais gasto na volta às aulas

Aline dos Santos
Sem kit e uniforme, Karina, de 4 anos, já pergunta a bisavó se terá merenda na escola.(Foto: Marcos Ermínio)Sem kit e uniforme, Karina, de 4 anos, já pergunta a bisavó se terá merenda na escola.(Foto: Marcos Ermínio)

Morando com os bisavós, cuja renda mensal é de R$ 312, a volta às aulas de Karina, de 4 anos, é marcada por inquietações. O ano letivo começa na próxima semana, dia 5 de fevereiro, mas a Prefeitura de Campo Grande nem abriu licitação para compra do uniforme e vai atrasar a entrega dos kits escolares.

Num cenário em que tudo falta, a menina já se preocupa com a merenda. “Ela me perguntou se vai ter merenda na escola, porque na creche tinha”, conta Suzileide Queroja, de 54 anos, bisavó da menina.

Juntas, elas esperavam o ônibus na rua Perdizes, via sem asfalto no Jardim Noroeste, região periférica da cidade, na manhã desta sexta-feira. “Já comprei o lápis, borracha e um caderno para ela. Agora, com o uniforme, tá difícil. Vai demorar um pouquinho. Diz que até junho chega, mas, meu Deus do céu, já vai ser quase metade do ano”, conta.

Sem informação oficial se em 2014 haverá ou não distribuição de uniformes para os alunos da Reme (Rede Municipal de Ensino), formada por 94 escolas e 96 Ceinfs (Centros de Educação Infantil), os boatos correm solto, como a previsão de junho ouvida por Suzileide.

Além de Karina, ela cuida de um neto de 14 anos. A menina vai começar a estudar em 2014 na escola municipal Ione Catarina Gianotti Igydio, onde o adolescente vai cursar o sexto ano. A família perdeu boa parte dos pertences, incluindo as roupas, em um incêndio.

Na rua Jordão, Jovita Passinho Toledo, de 24 anos, aguarda, esperançosa, notícias sobre os uniformes. O orçamento familiar de R$ 800, fruto do trabalho do marido, que é pedreiro, já vai sofrer abalo para a compra de material escolar para dois dos quatro filhos. “Vou ter que comprar material e uma mochila”, diz, com a previsão de gastar R$ 100.

Com quatro filhos, Jovita teme mais gastos. (Foto: Marcos Ermínio)Com quatro filhos, Jovita teme mais gastos. (Foto: Marcos Ermínio)

No ano passado, as duas crianças em idade escolar – Mayla, de 9 anos, e Elias, de 7 anos - receberam camisetas e um short. “Antes, vinha mochila e tênis. Tive que comprar um tênis para a Mayla, porque a professora pediu”, diz. A menina estava fazendo as aulas de educação física com calçado “rasteirinha”.

“E espero que o uniforme volte a ser cinza, porque o branco suja muito”, afirma Jovita, também mãe de Fernando, de 3 anos, e do bebê Gustavo.

Ajudando a cuidar das netas no período de férias, o auxiliar de serviços-gerais Marino da Silva, de 60 anos, diz que os uniformes vão fazer falta na volta às aulas. “Mas ainda tem uns dias para começar”, diz, ao lado de Karly, de 7 anos, e Taynara, de 5 anos. Em 2013, o começo do ano letivo foi turbulento, com falta de merenda.

Silêncio – O Campo Grande News aguarda desde o dia 28 de janeiro resposta da assessoria de imprensa da Prefeitura sobre a compra dos uniformes. Até nesta sexta-feira, ainda não havia recebido resposta.

Após consulta ao Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) e à Cecom (Central de Compras), a reportagem verificou que não há licitação em andamento para compra dos uniformes.



incompetencia da secretaria,ou economia para se gastar com ferias...passou da hora de cassar esse cara..infelizmente perdi meu voto neste aarogante..sai do arrogante do andre acreditei na humildade desse cara,e hoje sou um arrependido
 
tadeu soares em 31/01/2014 16:36:27
Infelizmente tem gente que já esta acostumado a receber tudo, bolsa disso, bolsa daquilo, Esta certo que existe pessoas que realmente precisam de ajuda, mas isso já virou palhaçada!
Mas infelizmente muitos desocupados ficam em casa a toa, fazendo filhos pois quanto mais tiver mais lucro terá! Não tem uniforme, vai pelado mesmo, o importante não é o estudo?!
Pois muitos querem que o mundo acabe em barranco para morrer encostado! Como dizia minha avó Quem Pariu Matheus que o embale!
 
Etiene mendonça em 31/01/2014 16:29:22
VAI SEM UNIFORME UÉ...
 
MAXIMILIANO NAHAS em 31/01/2014 15:49:34
Na década de 80, não tinha bolsa família, kit escolar, tênis, uniforme, livros didáticos, mochila, transporte escolar, meus pais se sacrificavam e compravam tudo, pois nada era de graça, se tivesse condições comprava uma mochila, nem por isso ficamos sem estudar. Hoje se tem tudo de graça e ainda reclamam, vai entender o brasileiro né...
 
Dalzenir Garcia em 31/01/2014 15:42:17
Silverio Gomes e Luis Noronha, o fato é que a população tem esse direito pelo menos os antigos prefeitos davam uniformes, tenho 26 anos, sempre estudei em escola pública e sempre tive uniformes, vocês nasceram na década de 30??? quando não se tinha direito nenhum, só o de trabalhar. A sociedade campo-grandense não pode perder os direitos que conquistou, os governantes a cada dia que passa tem que dar mais retorno ao povo que paga os impostos. Esse Bernal foi um tiro no pé, quero só ver em quem ele vai colocar a culpa agora.
 
Heliton Barão Silva em 31/01/2014 15:21:55
Pelo segundo dia, a mesma matéria! Olá equipe de Jornalismo do Campo Grande News, gostaria de salientar, como vcs mesmos divulgaram há poucos dias, que as opiniões são para muitos leitores, a melhor parte da matéria. Sim, a melhor parte para mim também, porque figurinha repetida não completa álbum! E tem mais, se as escolas demoram a fornecer material escolar e uniforme, os pais devem fazer aquilo que os meus pais fizeram: comprar algumas roupas, tênis, lápis, caderno, borracha e etc. O lanche era no começo do mês, uma maçã ou banana, nos dias de vacas magras, bolachas com água do bebedouro. E antes de qualquer discurso inflamado, nossa renda beirava o salário mínimo.
 
Lúcio Silva em 31/01/2014 15:06:48
Engraçado tanta reclamação... Esse povo não ganha bolsa isso, bolsa aquilo? Gasta o dinheiro da bolsa comprando cerveja e não sobra pra comprar material escolar para as crianças. No meu tempo a gente comprava todo o material, livros, uniforme e ainda tinha que levar lanche de casa. Qualquer pessoa com mais de 40 anos passou por isso e todo mundo sobreviveu.
 
Lucia Gomes em 31/01/2014 14:58:30
As pessoas acostumaram-se com a comodidade de receber no início das aulas o uniforme e o kit escolar, mas, esqueceram que o atual prefeito não está nem um pouco preocupado com essa situação. Sabe aquele ditado que diz:"tudo o que está ruim, pode ainda piorar?" Pois é, agora pais que votaram pela mudança, pela transparência e por outras coisas mais, usem os benefícios que recebem do bolsa família, vale renda ou o que for, para arcar com essas despesas, e não se sintam no direito de reclamar, afinal, o prefeito está no cargo que ocupa porque alguém o colocou lá, e não fui eu. E mais uma coisa, lembrem de pedir mudanças novamente para as próximas eleições e quem sabe, o nosso Estado vire essa porcaria que a nossa capital se tornou.
 
Juliana Cabrera em 31/01/2014 14:27:06
Eu nunca vi com bons olhos essa de dar uniforme para alunos, e a responsabilidade dos pais que colocaram essa crianças no mundo, será que vão ficar a vida toda esperando pelos governantes, meu pai criou cinco filhos sem ajuda de governo, sem bolsa família e nenhum paternalismo publico, só com o próprio suor, trabalhamos com ele na roça e fomos estudar na cidade sob sua responsabilidade e orientação, e hoje ao ver o que acontece pessoas esperando o governo ser responsável pelos seus filhos perco a esperança no futuro deste país, pois tanto paternalismo do governo da o direito dos políticos tratar a população com desrespeito, uma população que vive esperando as migalhas dos governantes e não luta pelos seus direitos de verdade. Que é ter uma educação séria, ter saúde e segurança.
 
Silverio Gomes em 31/01/2014 13:28:49
Até parece que os filhos de quem estuda em ceinfs e escolas municipais não tem roupa além do uniforme. Pelo amor de Deus, que matéria mais besta.
 
Luis Noronha em 31/01/2014 12:31:05
voces votaram agora aguenta,á ai a mudança que voces tanto queria rsrsrs
só espero que não erre novamente senão voces vão ter esse tipo de mudanças
'MELHOR NÃO TROCAR O CERTO PELO DUVIDOSO' fica a dica...
 
Ana cristina em 31/01/2014 11:49:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions