ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SÁBADO  27    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Prefeitura publica decreto que "oficializa" integração entre ônibus

Benefício funciona há anos, mas nunca foi colocado no papel pelo poder público

Por Ricardo Campos Jr. e Kleber Clajus | 14/08/2018 12:10
Com a integração, passageiros podem trocar uma única vez de ônibus sem pagar outra passagem (Foto: arquivo)
Com a integração, passageiros podem trocar uma única vez de ônibus sem pagar outra passagem (Foto: arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande decidiu colocar no papel as normas para o uso da integração no transporte coletivo. O benefício que permite a troca de ônibus fora dos terminais sem pagar uma nova passagem funciona há anos, mas foi oficializada nesta terça-feira (14) em decreto publicado no Diário Oficial.

O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Janine Bruno, explica que a medida traz segurança jurídica ao poder público. “Sempre que havia alguma discussão sobre o assunto, perguntava-se onde estava escrito?”.

A integração continua valendo apenas para os cartões dos tipos vale-transporte, passe do estudante, cartão cidadão e para os passageiros isentos da tarifa. Os pré-pagos não constam na lista.

Os cartões são emitidos gratuitamente pela concessionária do transporte coletivo urbano, após o devido cadastramento do usuário nos pontos de atendimento. Em caso de fiscalização, o dono deverá apresentar o bilhete eletrônico e um documento de identificação.

Conforme a norma, o prazo para trocar de ônibus sem pagar nada é de uma hora. O benefício não pode ser usado para fazer o trajeto de volta ou para embarcar na mesma linha. Se o passageiro descer de um ônibus comum e entrar em um executivo, pagará apenas a diferença entre as tarifas. Se fizer o contrário, não pagará nada. 

Arte: Ricardo Oliveira
Arte: Ricardo Oliveira
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário