ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  27    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Prefeitura reabre licitação para reforma na Orla Morena

Local passará pela primeira readequação desde que foi inaugurado, há dez anos

Por Lucia Morel | 27/06/2020 09:17
Espaço passará pela primeira reforma em dez anos de inauguração. (Foto: Prefeirura de Campo Grande)
Espaço passará pela primeira reforma em dez anos de inauguração. (Foto: Prefeirura de Campo Grande)

Depois de ser suspensa no começo do mês, a Prefeitura de Campo Grande reabriu a licitação para a reforma da Orla Morena, com serviços de acessibilidade. Os serviços preveem investimento de R$ 435.242,30, recurso alocado por meio de emenda parlamentar.

A licitação foi aberta no fim de abril, mas precisou ser suspensa por problemas em prazos de respostas a questionamentos de empresas interessadas no certame e só foi reaberta agora. Esta será a primeira reforma no espaço, depois de 10 anos da inauguração.

Entre os trabalhos a serem realizados no local, estão a recuperação do calçamento, play ground (com substituição dos brinquedos), troca de equipamentos da academia ao livre e lixeiras.

Também será feita a adequação do espaço para acessibilidade, com  instalação de piso tátil e placas em braile, por exemplo. Além disso, o teatro de arena será adaptado para receber cadeirantes.

Segundo a prefeitura, ainda serão substituídas defensas, muretas de contenção, trocados os pisos petit pavet danificados, além de ser feita a recomposição das muretas de contenção.

Outros espaços - A intervenção na Orla integra o planejamento deste ano, que prevê investimento de R$ 2.393.130,11 na revitalização deste e de outros quatro espaços públicos de lazer da cidade: o Horto Florestal,  o Parque Elias Gadia e as Praças da Mata do Jacinto e do Guanandi.

Dentro desse plano, ainda estão previstas a instalação de 11 academias ao ar livre nos bairros Guanandi,  Estrela Dalva, Ana Maria do Couto, Paulo Coelho Machado, Jardim Batistão, Carandá Bosque, Jardim Panamá, Marçal de Souza e Jardim das Reginas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário