A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/07/2013 18:00

Prefeitura rompe com construtora e licitará conclusão da Orla Morena 2

Viviane Oliveira
Obra inacabada na avenida Ernesto Geisel com a Euler de Azevedo. (Foto: Marcos Ermínio)Obra inacabada na avenida Ernesto Geisel com a Euler de Azevedo. (Foto: Marcos Ermínio)

Faltando 20% para a conclusão das obras da segunda fase da Orla Morena, em Campo Grande, a Prefeitura rescindiu contrato com a empresa MG Construtora Ltda, que venceu a licitação para executar o projeto no valor de R$ 6 milhões com recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). A rescisão do contrato foi publicada nesta quarta-feira (17) no Diário Oficial do Município. Com valor de R$ 8 milhões, no total, a Orla Morena 2 começou a partir da rua Plutão.

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Semy Ferraz, as obras estão paradas desde dezembro do ano passado. Em maio deste ano, a empresa mandou ofício para a Prefeitura alegando dificuldades financeiras e dizendo que não tinha mais condições de terminar a obra.

Além da Orla Morena, a empresa desistiu de mais dois contratos, o recapeamento do Jardim Panorama e a drenagem da Cidade Morena. O BID vai punir a MG Construtora por ter desistido de executar três obras que estavam previstas desde o ano passado. “A prefeitura ainda analisa o contrato para ver se cabe multa por rescisão de contrato”, diz o secretário, acrescentando que a empreiteira chegou a receber R$ 5 milhões.

Ainda de acordo com Semy, para a conclusão da Orla será necessária uma nova licitação. “Acredito em 45 dias conseguimos passar pelo processo licitatório. Eu acredito no bom senso das empresas para concluirmos esta obra até o final do ano”, afirma, acrescentando que se a empreiteira for boa consegue terminar em dois ou três meses.

Já para conclusão das outras duas obras, Semy diz que não será necessária uma nova licitação, pois a execução das obras é com recurso da união.

O investimento da Orla Morena 2 prevê rede de drenagem, para resolver o problema da água da chuva, e paisagismo desde a primeira parte da Orla até a Orla Ferroviária.

Doralice atravessando a parte que estava fechada e foi aberta pelos moradores do bairro São Francisco. (Foto: Marcos Ermínio)Doralice atravessando a parte que estava fechada e foi aberta pelos moradores do bairro São Francisco. (Foto: Marcos Ermínio)

Transtorno - Para execução do projeto da Orla, todo entorno da linha férrea foi cercado para o trabalho das equipes e havia a promessa de uma passarela para ligar a parte de trás da estação Ferroviária até a rua 14 de Julho.

Isso não aconteceu e os moradores chegaram a abrir a grade para poder atravessar de um lado para o outro. Eles reclamam que além das obras paralisadas, um dos pontos, por exemplo, na rua Via Noroeste, está com mato alto, virou esconderijo de bandido e ponto de droga.

“Além de a Prefeitura começar uma obra e não terminar, o descaso está tirando o sono de boa parte da população na região”, reclama o aposentado Sérgio Sanches, 84, que mora há 52 anos no bairro São Francisco.

Outra moradora antiga do local afirma que os executores da obra não pensaram nos idosos na hora de executar o empreendimento. “Eles simplesmente colocaram grade em tudo, para irmos ao ponto de ônibus e supermercado é preciso dar uma volta imensa”, finaliza Doralice Vilela, 68 anos.



Caro Sr. Luis Castro, pelo comentário do senhor, vê-se que é uma pessoa estudada, e me impressiona uma pessoa que seja dessa forma dizer para outra se informar antes de criticar, com certeza esse fato descrito na reportagem é devido a problemas com a Empreiteira, porém o Senhor há de concordar que a Administração do nosso atual prefeito tem sido uma vergonha. Opinião!!!
Caso o Sr. me diga que tem sido uma excelente administração, acredito que seja parte da corja politica dessa cidade.
 
Isaac Pancini Cacho em 18/07/2013 09:35:43
Pessoas foram 16 anos abandono total, sem contar que o prédio citado é a boca de fumo da feirona central a mais de 8 anos onde moradores e filhos de conhecidos políticos passam para pegar erva e dar uma pipada, o patrimônio cultural da ferrovia foi destruído e agora tentem incorporar outros usos particulares para valorizarem áreas compradas na região. Fazem reuniões as escondidas de noite sem a participação da população interessada, falam em idosos e ficam só no discurso, isto é uma vergonha não tem cabimento este tipo de atitude é falta de comando gestor competente isto ficou provado. Os bairros do entrono não recebem segurança pública, saúde e estrutura urbana adequada. Pensem se tivesse virado rodoviária aí sim seria um caos declarado. Desterrem a cabeça do bode e vai aparecer milhões.
 
Eduardo Lins Duarte em 18/07/2013 09:33:19
Essas coisas são boas, pro cidadão Campograndense aprender!!!! Principalmente aprender a votar!! O problema é que agora são quatro anos pra ele governar nossa Cidade, e aí? Em 07 Meses ele já se mostrou "capaz"!!! Capaz de ferrar com a nossa cidade. Vergonha! Nossa cidade que antes era exemplo para tantas outras, agora não passa de "mais uma".
 
Isaac Pancini Cacho em 18/07/2013 09:23:45
Antonio mendez, tente se informar melhor. Salvo engano, a construtora dessa obra está à beira da falência e já "parou tudo" no apagar das luzes da administração anterior. Rescisão de contrato quando a licitada "não dá conta do recado", mesmo que unilateral, é praticamente uma obrigação do poder público, e a lei prevê isso (quando não é o caso de se aplicar penalidades). Qualquer servidor que trabalha honestamente em Licitações sabe disso...
Não morro de amores pelo Bernal. Mas, nesse caso, ao que parece a Prefeitura agiu corretamente.
 
Marcel Ozuna em 18/07/2013 08:59:13
Mais vergonha é uma criatura ficar falando mau do vizinho sem conhecer detalhes. Eu acho que todos que vive falando mau do prefeito e torcendo pela sua saída, vivia comendo as custas do Município e perdeu o leitinho. Não há outra explicação, o cara está trabalhando, corrigindo as falhas dos contratos e refazendo serviços mau acabados. O mal por si destrói sozinho e quem deseja mal aos outros recebe em dobro.
 
luiz alves em 18/07/2013 07:23:36
Ilmo. Sr. Antonio Mendez, o senhor sabe ler e escrever? A própria reportagem informou os motivos. A empreiteira faliu, não é a administração. Muito pelo contrario, ao que sei, estão fazendo de tudo para cumprir a lei e entregar a obra ainda este ano ao município.
O sr. deve pensar e se informar antes de criticar as autoridades.
 
Luis Castro em 18/07/2013 02:35:37
PALHAÇADA TOTAL ... ESSE PREFEITO É UMA VERGONHA NACIONAL... NÃO SABE ADMINISTRAR NADA, NÃO PAGA CONTA, NÃO PAGA COLETA DE LIXO, NÃO PAGA NADA... PALHAÇADA TEMOS QUE IR NAS RUAS PEDIR O AFASTAMENTO DESTE QUE ERA 'RADIALISTA'... VERGONHA VERGONHA NACIONAL .... PODRE E MAIS PODRE... CADA QUE PASSA VCS ELEITORES QUE VOTARAM NESTA 'MENTIRA DE PREFEITO' VÃO CONHECENDO ELE... PODRE
 
Antonio mendez em 17/07/2013 19:47:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions