A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

21/05/2018 15:12

Presa com cocaína, mulher afirma trabalhar para "traficante do presídio"

Suspeita é apontada pela polícia como a quinta integrante de uma quadrilha que comandava a distribuição de droga do Los Angeles

Izabela Sanchez e Geisy Garnes
Janaína Franciele Araújo da Silva foi presa com cocaína (Geisy Garnes)Janaína Franciele Araújo da Silva foi presa com cocaína (Geisy Garnes)

Janaína Franciele Araújo da Silva, 27 anos, foi presa na sexta-feira (18) no Jardim Manaíra, em Campo Grande, por tráfico de drogas. Segundo investigações da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), ela faz parte de organização criminosa presa com R$ 60 mil em drogas, que integra o PCC (Primeiro Comando da Capital) e lidera a entrega de drogas na região do Jardim Los Angeles.

No dia 19 de abril, policiais da Denar prenderam 4 pessoas, entre elas a tia de Janaína, Lucélia dos Santos, de 33 anos.,e Yuri Augusto Menezes Barros, 20 anos, namorado de Lucélia. Após as prisões, os policiais continuaram com as investigações e receberam denúncia de que Janaína faria uma entrega na sexta-feira (18), quando foi presa em flagrante.

Segundo foi informado hoje, os policiais descobriram que ela morava no Jardim Los Angeles mas que já havia se mudado. Ao monitorá-la, viram quando ela saía de casa. A mulher foi abordada quando ia para a casa da mãe. Aos policiais, ela contou que vende a droga para um preso e declarou que apenas entrega a droga. O pagamento e o pedido, segundo ela, são feitos pelos clientes para o preso.

Na casa dela foi encontrada cocaína, pasta base e maconha (Geisy Garnes)Na casa dela foi encontrada cocaína, pasta base e maconha (Geisy Garnes)

Para o delegado titular da Denar, Gustavo Ferrari, a versão faz sentido pois não foi encontrada nenhuma quantia em dinheiro. Na casa dela, no Jardim Manaíra, os policiais encontraram porções de cocaína pura,um tablete de pasta base de cocaína e porções de maconha, além de duas balanças de precisão.

Em depoimento ela afirmou que a droga apreendida em abril era de Iuri, namorado da tia, e que não sabia que a droga estava lá. Janaína passou por audiência de custódia e está presa de forma preventiva em razão do flagrante. Os policiais, no entanto, ainda aguardam decisão judicial sobre prisão preventiva relativa à ligação de Janaína com a quadrilha presa no dia 19 de abril.

Denúncias sobre o tráfico de drogas na Capital podem ser enviados para a Denar pelo WhatsApp no número (67) 99995 6105 ou pelo telefone 3345-0000.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions