A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Abril de 2019

09/04/2019 14:25

Preso encontrado morto em cela estava há sete dias no presídio

César Paz dos Santos cumpria pena por furtos, roubos e desacato e estava na Máxima desde 2 de abril

Geisy Garnes
Interno estava em uma das celas do Pavilhão III (Foto: Arquivo)Interno estava em uma das celas do Pavilhão III (Foto: Arquivo)

César Paz dos Santos, o “Corumbá”, de 30 anos, encontrado morto na manhã desta terça-feira (9) em uma das celas do Pavilhão III do Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, a Máxima de Campo Grande, estava há apenas sete dias na unidade. O interno estava foragido do regime semiaberto e voltou ao presídio no dia 2 de abril.

De acordo com o boletim de ocorrência, o corpo de César foi encontrado pelos agentes penitenciários por volta das 7 horas, durante a entrega da refeição matutina aos presos. Ele estava pendurado por uma corda no pescoço no fundo da cela 102, no Pavilhão II. Não há informações se havia outros internos no local.

César cumpria pena por roubo, furtos e desacato, mas ainda assim conseguiu regressão de regime em outubro do ano passado. No entanto não passou muito tempo no semiaberto, deixou de ir ao presídio durante as noites e teve a prisão em regime fechado decretada no fim de março.

Foi novamente preso e no dia 2 de abril foi transferido da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga para o Máxima. O caso agora é investigado como morte a esclarecer pelo 3ª Delegacia de Polícia Civil. (Matéria alterada às 15h14)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions