ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Preso há quase um ano, homem que matou esposa em acidente vai a júri popular

Willian Júnior Moraes Guimarães, de 27 anos, vai ser julgado no dia 3 de abril deste ano

Por Viviane Oliveira | 17/01/2024 07:25
Imagem que mostra acidente na Avenida Mato Grosso e terminou com a morte de Angela   (Foto: Direto das Ruas) 
Imagem que mostra acidente na Avenida Mato Grosso e terminou com a morte de Angela   (Foto: Direto das Ruas)

Preso desde maio do ano passado, o borracheiro Willian Júnior Moraes Guimarães, de 27 anos, motorista que provocou o acidente de trânsito que terminou na morte de sua esposa Angela Maria Santos Vieira, de 27 anos, vai a júri popular em abril deste ano, quase um ano após o ocorrido.

“Por se tratar de réu preso desde a data do fato e caso não haja recurso da defesa, terá prioridade de julgamento a ser realizado no dia 3 de abril de fluente ano (2024) eis que a pauta de março já está completa”, decidiu o juiz Aluízio Pereira dos Santos.

A colisão aconteceu por volta das 22h10 de 14 de maio. Willian conduzia um Volkswagen Jetta pela Avenida Mato Grosso, quando no cruzamento com a Rua Dr. Paulo Machado, em alta velocidade, furou o sinal vermelho e bateu em um Chevrolet Tracker, conduzido por uma mulher.

Conforme denúncia do Ministério Público, Willian empregou meio que resultou perigo comum ao dirigir embriagado, com velocidade excessiva, violando também as sinalizações semafóricas e colocando em risco inúmeras pessoas.

Willian e a esposa Angela (Foto: reprodução / rede social) 
Willian e a esposa Angela (Foto: reprodução / rede social)

Após o impacto, o Jetta invadiu o canteiro central, derrapou na pista e colidiu no muro de uma empresa. Willian recebeu atendimento, mas não precisou ser encaminhado a unidade de saúde.

Angela ocupava o banco dianteiro do passageiro, justamente o lado atingido pelo Tracker. Ela morreu no local. O passageiro, que ocupava o banco de trás, sofreu ferimentos leves e foi socorrido. A condutora do Tracker teve fratura no antebraço direito.

Na época, segundo boletim de ocorrência, o casal e o amigo estavam em uma conveniência, bebendo desde as 17h30. Conforme o documento, foram constatados vários indícios de sinais de embriaguez em Willian.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do 

Nos siga no Google Notícias