A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/09/2011 11:09

Preso rapaz de classe média que furtou 8 veículos em bairro nobre da Capital

Francisco Júnior

Conforme a polícia, os furtos aconteceram em residências localizadas no bairro Chácara Cachoeira, área nobre da cidade, onde a família do acusado também mora

Neto já tem passagem pela polícia. Em 2009, ele foi surpreendido dentro de um apartamento onde teria praticado um furto. (Foto: Divulgação)Neto já tem passagem pela polícia. Em 2009, ele foi surpreendido dentro de um apartamento onde teria praticado um furto. (Foto: Divulgação)

Membro de uma família de classe média alta, Luiz Saraiva Vieira Neto, de 27 anos, foi preso acusado de furtar oito veículos nos últimos dois meses, em Campo Grande.

Conforme a polícia, os furtos aconteceram em residências localizadas no bairro Chácara Cachoeira, área nobre da cidade, onde a família do acusado também mora. Além dos veículos, Neto furtou ainda vários aparelhos eletrônicos.

Os furtos foram registrados nos dias 2, 6, 8, 11, e 14 de agosto, e 4 e 6 de setembro. Segundo o delegado da Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Furto e Roubo de Veículos), Alberto Vieira Rossi, responsável pela investigação, o acusado agiu da mesma maneira em todos os crimes, fator que ajudou na sua identificação. “Ele tem um 1,80 de altura e pulava o muro das residências com muita facilidade. Ele conseguia entrar nas casas mesmo elas tendo cerca elétrica”, informou o delegado.

Em depoimento, conforme o delegado, Neto relatou que na maioria das casas invadidas, as vítimas estavam no local no momento do furto. “Ele disse que já morou em casa grande e que é comum o uso de ar condicionado, e como o aparelho faz um barulho alto, ninguém percebeu sua presença nas casas”.

A Neto são atribuídos os furtos de uma caminhonete L 200, dois IX35, um Santa Fé, um Picasso, dois Ford Ka e um Corolla.

Ele foi preso por policiais da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em ônibus quando voltava do Paraguai. Ele esteve no país vizinho onde vendeu um veículo furtado.

Segundo o delegado, em depoimento, o acusado alegou que cometeu os crimes para comprar drogas. “Ele é usuário de drogas há sete anos. A família dele disse que já tentou de tudo para livrá-lo do vício”, relatou Rossi.

Conforme o delegado, Neto já tem passagem pela polícia. Em 2009, ele foi surpreendido dentro de um apartamento onde teria praticado um furto.

O rapaz permanece detido na carceragem da Defurv.



Que a justiça seja feita e as vítimas devidamente indenizadas.
Será que não tem mais gente envolvida nisso?
 
Nivaldo Silva em 15/09/2011 12:29:53
Éum drama para a familia,mas esta de roubar para comprar droga é a desculpa que a maioria se utiliza quando pego, depois que o usuário passou de criminoso para coitadinho, complicou muito mais, o elemento já tem tendencia ao crime e usa a droga como escudo da falta de carater.
 
PORFIRIO VILELA em 15/09/2011 11:19:28
Força e luz a família.
 
cristiana rosa em 15/09/2011 09:15:56
Quando será que as autoridades políticas do país vão acordar para os problemas das drogas? Quantas famílias mais vão sofrer por seus filhos? Ao jovem tudo é permitido e os pais muitas vezes ficam de mãos atadas. Acordem políticos! Pensem um pouco no povo, na nação.
 
nilza caruso em 15/09/2011 07:51:02
enquanto a justiça tratar os usuários de drogas como "coitadinhos ou vitimas", tem q tratar como criminosos, devem ser penalizados pelos seus atos, irão trazer muitos prejuizos para o cidadão de bem que pagam seus impostos. Isso é uma vergonha.
 
renato rieff em 15/09/2011 07:26:12
Depois dizem que só pobre é ladrão,ólha o que a droga faz com o usuario.mas com tantos carros roubados haja fornecedor para tanta droga.deve ter mais alguem por traz disso ai!se cutucar acha. mas cara: roubar do mesmo bairro! que cara de pau!
 
Natalicio vieira em 15/09/2011 04:33:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions