A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/05/2011 11:35

Derf prende quadrilha acusada de cometer mais de 70 furtos na Capital

Francisco Júnior

Quadrilha era especializada em invadir locais com porta de blindex

Trio roubava televisores de led e notebooks. (Foto: Francisco Júnior)Trio roubava televisores de led e notebooks. (Foto: Francisco Júnior)

Policiais da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) desmantelaram uma quadrilha responsável por cometer mais de 70 furtos a estabelecimentos comerciais em Campo Grande.

Foram presos Valdemar Nunes de Souza Júnior, 26 anos, conhecido como Pitt Bull, Paulo Vieira Torret Júnior, e Gelson Cardoso da Silva, ambos de 22 anos.

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Roberval Maurício Cardoso Rodrigues, os três eram especialistas em invadir lojas e escritórios com portas de blindex. “Eles tinham toda uma técnica para abrir as portas sem quebrar o vidro. Usavam um alicate para quebrar apenas a trava”, explicou o delegado.

Destes locais, a quadrilha furtava televisores de led e notebooks.

As câmeras de vários estabelecimentos invadidos registraram imagens da ação da quadrilha. O trio agia muito rápido. Conforme o delegado, eles ficavam no máximo 1 minuto dentro do local. “Entravam no local, pegavam o que dava, já que sabiam que os vigilantes das empresas de seguranças levam 10 minutos para ir verificar quando o alarme dispara”, disse.

A investigação da Derf começou há 1 ano quando os policiais constataram que furtos ocorridos na região do bairro Jardim dos Estados e na avenida Salgado Filho tinham as mesmas características. Em uma clínica onde a quadrilha furtou equipamentos, os policiais conseguiram coletar impressões digitais e identificaram Valdemar Nunes, que acabou preso juntamente com Gelson Cardoso. Os dois estavam em uma casa no bairro Taquarussu. O flagrante aconteceu no mês de abril.

Durante as investigações, mais um integrante foi identificado e preso, Paulo Vieira, que de acordo com a polícia, era responsável por dar cobertura aos comparsas.

Os produtos roubados foram localizados na casa de Jackson Cláudio de Souza, situada no bairro Cohab. No local, os policiais encontraram ainda mais de R$ 2 mil reais em notas falsas e centenas de CDs e DVDs piratas.

Como se apresentou a polícia, Jackson prestou depoimento e foi liberado.

Um quarto integrante da quadrilha, Douglas Marcelino da Silva, 32 anos, está foragido. Ele seria responsável em identificar as vítimas e levar os outros autores até o local dos furtos.

Os três presos já têm passagens pela polícia. Durante apresentação na sede da Derf, eles alegaram que roubavam para comprar drogas.

Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


O duro é que o "disinfiliz" ainda tá com o caso do Corinthias!!!!!!
O rapaz não suja os "manos".
 
Lilika Nunes em 24/05/2011 12:18:00
Rapaz eles ganham essa roupa quando entram pro crime!!!kkkkkkkk
 
Elison borges em 24/05/2011 02:05:27
Graca a Deus invadem somente lojas
 
Wilson Matsumoto em 24/05/2011 01:23:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions