ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 29º

Capital

PRF reforça fiscalização das rodovias federais para conter acidentes

Por Filipe Prado | 19/12/2013 19:05
A operação começou hoje e vai até o dia 09 de março de 2014 (Foto: Cleber Gellio)
A operação começou hoje e vai até o dia 09 de março de 2014 (Foto: Cleber Gellio)

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) começou, hoje, a operação “Rodovida”, que tem como objetivo fiscalizar as rodovias federais de Mato Grosso do Sul. O foco é evitar acidentes, por conta da embriaguez, ultrapassagem perigosas e excesso de velocidade, causados pelas festa de final de ano.

A operação acontece entre hoje (19) e o dia 9 de março de 2014, dividido em duas etapas. “A primeira termina em janeiro, então faremos uma avaliação dos resultados e só retornaremos com a operação em fevereiro, por conta do Carnaval, que é o feriado onde mais acontecem acidentes”, relata o inspetor da PRF, Airton Metti Junior.

Serão 3.700 km de rodovias fiscalizadas, divididos em 10 delegacias, que terão um aumento de 20% no efetivo diário. “Todas as férias serão suspensas, para que possamos reforçar o policiamento nos pontos críticos”, afirma o inspetor. Com foco principal na BR-163, onde aconteceram 50% dos acidentes no ano passado.

Também serão feitas 20 ações conjuntas com a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte), Samu, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Ministério da Justiça, entre outras entidades, nas saídas e trechos perigosos das rodovias. Também foi reforçado o número de etilômetros, radares, motos, carros e um helicóptero.

No macroanel, na saída para Cuiabá, a PRF havia montado um ponto de fiscalização. Alguns veículos foram parados na operação. O motoboy Luiz Paulo Eloi Castelo, 22 anos, acredita que essa operação deve acontecer para fiscalizar os motoristas irregulares. “Eu acho que eles têm que fazer estas ações sim, há muitos veículos irregulares, muitas pessoas que dirigem alcoolizadas. Tem que reforçar”.

Para Tania Maria Adriano, 50, a polícia deveria fazer este tipo de operação sempre. “É o papel deles, acho que nos finais de semana deveria ter o reforço na fiscalização. Se tivesse sempre, teriam menos acidentes”, comenta.

A PRF quer evitar acidentes por conta da embriaguez, ultrapassagem perigosas e excesso de velocidade (Foto: Cleber Gellio)
A PRF quer evitar acidentes por conta da embriaguez, ultrapassagem perigosas e excesso de velocidade (Foto: Cleber Gellio)
As motocicletas também são alvos da operação (Foto: Cleber Gellio)
As motocicletas também são alvos da operação (Foto: Cleber Gellio)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário