ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Primeira morte de paciente com covid no El Kadri é a 3ª em 24 horas na Capital

Idosa de 85 anos é a 12ª vítima da covid-19 em Campo Grande; oficialmente, Estado tem 89 óbitos, número pode ser maior

Por Anahi Zurutuza | 01/07/2020 18:54
Hospital El Kadri, em Campo Grande, teve primeira morte de paciente de covid-19 nesta manha (Foto: Campo Grande News/Arquivo)
Hospital El Kadri, em Campo Grande, teve primeira morte de paciente de covid-19 nesta manha (Foto: Campo Grande News/Arquivo)

Além das 2 mortes contabilizadas pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) nas últimas 24 horas, mais uma paciente de Campo Grande perdeu a vida para a covid-19 neste intervalo. Uma idosa de 85 anos, que estava internada no Hospital El Kadri, morreu por volta das 11h desta quarta-feira (1º) e é a 12ª vítima da doença na Capital.

O Campo Grande News apurou que a mulher estava em tratamento no hospital privado desde o dia 18 de junho e testou positivo para o novo coronavírus. O caso deve entrar no próximo boletim da SES (Secretaria Estadual de Saúde).

A reportagem apurou ainda que a idosa foi sepultada no fim da tarde de hoje no Cemitério Parque das Primaveras. A família teve meia hora para se despedir.

São, portanto, 3 óbitos em Campo Grande em menos de 24 horas. Na noite de ontem, depois e 27 dias sem óbitos na Capital, uma mulher de 65 anos morreu no Hospital Militar de Área.

Também hoje, um homem de 64 anos, morador da Capital, morreu no Hospital Regional. Ele era renal crônico, estava internado desde 25 de junho, em ventilação mecânica na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

No Estado - Até ontem, no boletim epidemiológico oficial, eram 76 mortes em Mato Grosso do Sul. O número subiu oficialmente para 85 na manhã de hoje, mas à tarde, a SES confirmou mais 4 óbitos. São 89 no total, mas o número pode ser maior.

Se contabilizadas a morte no El Kadri e outras duas confirmadas pelas Prefeitura de Sonora e Batayporã, a quantidade de pessoas que perderam a luta para a covid-19 no Estado chega a 93. As duas mortes no interior, porém, ainda dependem do resultado da contraprova dos testes positivos feitos nos pacientes.