A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

08/01/2018 18:03

Procon exige explicações de shopping sobre tarifa do estacionamento

Notificação entregue nesta segunda-feira ainda pede o estudo para um cobrança diferenciado das áreas com cobertura.

Geisy Garnes

O Shopping Campo Grande terá que explicar ao Procon (Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor) os motivos para o aumento no valor do estacionamento. A notificação foi entregue nesta segunda-feira (8) e pede ainda que a cobrança passe a ser diferenciada para os locais com cobertura.

De acordo com Valdir Custódio, subsecretário municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, a notificação entregue nesta tarde tem o objetivo de observar esse aumento e também baratear o estacionamento sem cobertura.

“Existe uma legislação que autoriza essa mudança, mas proíbe a abusividade. Essa notificação pede para que o shopping informe qual o critério usado no aumento, a composição de pagamentos deles, tudo isso será analisado”, explicou Custódio. Além disso, a notificação pede o estudo para um cobrança diferenciado das áreas com cobertura.

“A pessoa que estaciona em uma vaga preferencial e coberta, paga e mesmo valor de quem estaciona na sem cobertura. Há uma diferença de prestação de serviço. O que o Procon quer é que o valor também seja diferente”, detalhou o subsecretário.

A partir de hoje, o shopping tem 10 dias para enviar as informações ao Procon. Caso não cumpram o prazo, a empresa pode responder por desobediência e crimes contra o consumidor. Ainda segundo Custódio, se durante a análise dos documentos for comprovado que o aumento é abusivo, o shopping será mais uma vez notificado e deverá reajustar o valor cobrado.

Aumento - A tarifa do estacionamento para carro subiu de R$ 7 para R$ 8 (variação de 14%) e a de moto de R$ 5 para R$ 6 (alta de 20%), valor que corresponde às três primeiras horas no local.

No mês passado, a empresa afirmou que as altas foram necessárias para atualizar aos custos operacionais. "O Shopping Campo Grande informa que foi realizado o reajuste da tarifa de estacionamento para adequar os custos da operação, visando oferecer um serviço compatível com as necessidades de clientes, colaboradores e lojistas", justificou em nota.

A reportagem entrou em contato com a assessoria do Shopping Campo Grande e aguarda resposta.



Estamos na Venezuela agora? O que o Procon tem a ver com o preço cobrado? O Shopping é um empreendimento privado e pode cobrar o quanto quiser pelo estacionamento. Não quer pagar? Vá de ônibus, táxi, Uber, bicicleta... ninguém é obrigado a ir até lá, muito menos de carro.
 
Luiz Pereira em 08/01/2018 18:52:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions