A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019

25/01/2019 16:05

Procon interdita açougue que usava carne estragada para fazer linguiça

Todos os alvarás de funcionamento do local estavam vencidos

Kerolyn Araújo
Linguiças eram feitas com carne estragada. (Foto: Divulgação/Procon)Linguiças eram feitas com carne estragada. (Foto: Divulgação/Procon)

O Procon/MS (Orientação e Defesa do Consumidor) interditou nesta sexta-feira (25) o açougue de um supermercado no Jardim Itamaracá, em Campo Grande. Além de vender carne imprópria para consumo, o estabelecimento também utilizava as estragadas para fazer linguiça e embutidos.

Segundo o Procon, as carnes recém-chegadas eram armazenadas na mesma câmara fria com produtos impróprios para consumo. Aos fiscais, funcionários do açougue relataram que as carnes estragadas também eram utilizadas para a fabricação de linguiça.

Para evitar que o mau cheiro dos produtos estragados tomasse conta do local, os donos do estabelecimento usavam uma solução de água e vinagre para conservar os alimentos, que posteriormente eram usados também na fabricação de embutidos.

Além das carnes e linguiças estragadas, o Procon encontrou no local 125 quilos de pescado armazenado inadequadamente junto com frutas e legumes congelados. Os alvarás de funcionamento do local estavam vencidos.

Diante das irregularidades, o açougue foi interditado. O dono do supermercado e funcionários foram intimados para prestar esclarecimentos na Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions