A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/07/2015 08:16

Procurador da Lava Jato vem a MS para lançar programa contra corrupção

Aline dos Santos
Deltan Dallagnol, que  atua na Lava Jato, estará sábado em Campo Grande.  (Foto: Divulgação/MPPR)Deltan Dallagnol, que atua na Lava Jato, estará sábado em Campo Grande. (Foto: Divulgação/MPPR)

Coordenador da operação Lava Jato no MPF (Ministério Público Federal), o procurador da Deltan Dallagnol vem a Mato Grosso do Sul no próximo sábado para lançamento de programa contra corrupção. A operação Lava Jato, deflagrada desde março de 2014, investiga esquema de desvio e lavagem de dinheiro público envolvendo a Petrobras.

No evento, em Campo Grande serão apresentadas ferramentas de investigação criminal do MPF e um pacote de alterações legislativas para combater a corrupção e a impunidade no país.

De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), aproximadamente R$ 200 bilhões são desviados no Brasil por ano. Esse valor permitiria multiplicar por três os investimentos federais em educação ou saúde, ou, ainda, multiplicar por cinco tudo que se investe em segurança pública em todo o país.

A iniciativa “10 medidas contra corrupção” será apresentada a partir das 13h30 no auditório da procuradoria, na avenida Afonso Pena, 4444.

Lava Jato - Segundo a PF (Polícia Federal) e o Ministério Público Federal, grandes empreiteiras organizadas em cartel pagavam propina a diretores e gerentes da Petrobras e outros agentes públicos. Em março deste ano, o deputado federal Vander Loubet (PT) foi denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro.

O deputado sul-mato-grossense foi citado nos depoimentos das delações premiadas do ex-diretor de Serviços da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e do doleiro AlbertoYoussef. Em todo o depoimento, eles citam reuniões, encontros, repasses em espécie e depósito para o petista, mas, em nenhum momento, detalham valores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions